Posts Populares:

Postado por: Ryu sábado, 6 de junho de 2015


Eu originalmente ia colocar "Os piores tipos de gamers" como título, mas "gamer" virou um termo tão banalizado e risível que eu não consigo mais usá-lo seriamente. Tem tanta gente tentando ditar o que é e o que não é "gamer" que simplesmente perdeu o sentido, sem falar daquele povo que posta umas bobagens tipo "Eu sou gamer, não porque não tenho vida, mas porque escolhi ter várias." em redes sociais achando que é a pessoa mais incrível do mundo. Se você é um desses... Pare, sério mesmo, você tá fazendo papel de ridículo.

Mas sabe o que é pior do que ter que aturar esses "gamers" aí? É ter que aturar gente que realmente tá no meio dessa putaria sem ordem que é a comunidade de video games e se porta de maneira tão vergonhosa quanto ou talvez até pior do que os citados acima. Nem sempre pessoas que jogam video games são legais, especialmente hoje em dia, e é por isso mesmo que eu acabei tendo a brilhante ideia de criar um post falando sobre os piores tipos de jogadores da cena de video games atual, todos os presentes nessa lista são pessoas que você deve evitar a todo custo caso queira ter uma boa experiência no meio dessa comunidade.

É até meio impressionante como várias pessoas com um gosto em comum, que no caso seria jogar video games, podem ser tão negativas umas com as outras. Mas eu tô parecendo hipócrita também com essa conversa, eu jogo video games e sou negativo sobre várias outras pessoas que jogam também e a minha intenção com esse post é simplesmente mostrar quais são as mais chatas/irritantes. Se você é um desses abaixo... Toma vergonha na sua cara e vira gente, eu te odeio e você nunca vai ser meu amigo, seu cara de mamão!

10ª posição: O casual

Talvez esse não devia estar aqui porque não é exatamente parte da comunidade de video games, considerando que o próprio nome já diz que é um jogador casual, porém seria burrice dizer que eles não "influenciam" certas desenvolvedoras. Eu não me refiro a desenvolvedoras que fazem jogos com foco em atrair casuais, não me importo com a existência desses Angry Birds e Colheita Feliz da vida, mas sim de desenvolvedoras que faziam jogos pro público principal que joga video games de verdade e aí começaram a tentar apelar pra esse público casual na intenção de vender mais.

Qual é o resultado disso? Essas desenvolvedoras acabam pegando suas franquias populares já estabelecidas e tornando mais "acessíveis" pro povo, e por "acessíveis" eu quero dizer casualizadas mesmo. A Team Ninja tentou fazer isso com Ninja Gaiden 3, a Nintendo fez isso com Mario Kart Wii e aquela merda de casco azul, a Capcom foi fazendo isso timidamente com Devil May Cry até chegar no 4,  depois a Ninja Theory criou DmC que consegue ser ainda mais casualizado do que o 4... Ou que tal eu mencionar o gênero de shooters no geral? Eu não sou o maior fã de shooters, mas antes da 7ª geração eu me lembro muito bem que a maioria deles não chegava nem perto de ser tão lineares e gentis quanto eles são, jogue Duke Nukem 3D, Doom ou Quake II e depois jogue Call of Duty 4 e perceba a diferença entre um e o outro.

Isso foi tudo pra fazer com que esses jogos apelassem pra públicos casuais que antes nem ligavam pra eles pra início de conversa... E os casuais obviamente engolem essas merdas que nem aqueles filhotes de pássaro de boca aberta esperando a mãe alimentar. Então eu acredito que casuais estão lentamente arruinando a indústria dos video games, o fato de que os jogos mais vendidos do Wii foram casuais, FPS faz muito mais sucesso agora com toda a simplificação do que antes, o Kinect ao menos ter vendido bem ao ponto de que a Microsoft passou o começo da 8ª geração tentando enfiar ele nas goelas de todo mundo... Jogos casuais estão rendendo mais dinheiro pras desenvolvedoras na maioria dos casos, e isso é uma coisa alarmante, porque vai sempre passar pela cabeça de alguma de que esse público casual também poderia comprar jogos de tal franquia mais renomada dela.

9ª posição: O metido a hardcore

Agora vejamos o oposto negativo dos casuais: Os metidos a hardcore.

Não, não estou falando de pessoas que realmente são jogadores hardcore de video games que realmente gostam de jogos desafiadores e botam em dificuldades altas e tal. O "metido a hardcore" a que me refiro é aquele tipo de jogador que parece ter algum tipo de insegurança sobre si mesmo e sempre tem que ficar afirmando pra Deus e o mundo que ele é hardcore e que todo mundo que não joga video games na dificuldade mais alta ou que não zerou Ninja Gaiden do NES é bebê casual que não aguenta jogar video games.

Pior ainda é se você por acaso reclamar sobre a dificuldade de algum jogo "hardcore" por achar ela questionável ou injusta, aí você desperta a fúria desse cidadão e ele passa horas e mais horas falando sobre como o jogo é difícil demais pra você e como ele é superior porque jogou esse jogo trocentas vezes e memorizou tudo. Mas tome cuidado, porque talvez esse cara até esteja mentindo sobre ele ser hardcorezão... Na hora de provar a habilidade dele depois dessa falação toda, o cara simplesmente é tão "ruim" no jogo quanto você e aí ele provavelmente vai botar a culpa no controle, ou no emulador, ou no console, ou no seu cachorro... A culpa é de tudo, menos dele.

Ele pode não arruinar jogos como os casuais fazem, porém ele consegue ser insuportável ao ponto de eu preferir os casuais que ao menos em maioria são pessoas tranquilas e tal.

8ª posição: A "garota gamer"

Na época em que eu era mais novo, eu me lembro que você jogar video games diminuía dramaticamente as chances de você dar uns pegas em uma garota. Jogar video game faziam as pessoas te olhar estranho, pensar coisas tipo "Olha lá o esquisitão que fica mexendo com joguinho." e basicamente você era visto como o perdedor de qualquer lugar pra onde você ia. Garota que joga video game? Uma raridade, mas até mesmo as garotas que jogavam video game eram mais quietas e tal, geralmente isso nunca te dava uma boa cara, assim como ser nerd, geek e derivados.

Só que aí de repente a partir de 2011 ser "gamer" virou a nova modinha do momento, o povo começou a se interessar mais por video games e aí começaram a surgir os papos de "sou gamer com orgulho" e coisas que você nunca sonharia em falar há uns 5 anos. Nada necessariamente errado, na verdade essa apreciação por video games até é um incentivo pra quem já jogava antes se sentir mais confortável sobre seu hábito e tudo mais... Só que nem todo mundo que se diz "gamer" necessariamente joga video games porque realmente gosta e sim porque virou a modinha de agora, e entre esse povo tem as famosas "gamer gurls" que viram nisso a oportunidade de usar video games pra chamar atenção dos homens que jogam video games.

Como essas garotas fazem isso? Bem, elas pega uma capa daqueles jogos que literalmente todo mundo conhece, como Call of Duty, Battlefield, Mario, Assassin's Creed, etc, e tiram fotos com esses jogos e o controle do console na mão insinuando que vão jogar esses jogos, ou então só tiram fotos com o controle mesmo. Daí vem aquele papo de "sou gamer e nerde e muito rara e única, basinga" que faz um monte de marmanjo babar em cima dessas garotas e efetivamente selarem seu destino como escravos delas. A maioria dessas garotas nem jogam video games, elas só pegam esses jogos/consoles do irmão ou de alguma outra pessoa e aproveitam a oportunidade pra tirar fotos, tanto é que as mesmas raramente falam sobre os próprios jogos ou se mostram jogando ou coisa do tipo.

Sabe... Eu não tenho nada contra garotas que realmente jogam video game, que gostam dos jogos, não ficam tentando fingir que são especiais e tudo mais, na verdade eu até admiro esse tipo de mulher porque é meio que raro hoje em dia, por incrível que pareça. Mas essas attention whores aí têm meu desprezo eterno, antes olharem pra quem joga video game como "perdedor" do que fingir que ama video games só porque ninguém quer te comer ou te dar atenção e aí o desespero chega a esse ponto.

7ª posição: Vadias de gráficos

Eles eram mais comuns antes porque agora a nova frase chata do momento é "Gráficos não importam e sim a diversão", mas como eu já falei sobre diversão e de como essa frase é estúpida por si só em outro post, vou focar essa parte no povo dos gráficos. Você conhece, eu conheço, todo mundo conhece aquele pessoal que olha a parte gráfica de um jogo e basicamente dizem que tal jogo é bom/ruim apenas com base nisso, independente de todos os outros aspectos desse jogo também existirem, ele só quer mesmo é apreciar os visuais.

Não, não tô negando a importância que os gráficos têm em um jogo, até porque eu estaria me contradizendo aqui se dissesse que gráficos não importam, eles importam porque tornam um jogo mais chamativo, bonito de assistir, impressionam com efeitos visuais ou direções artísticas únicas e coisas do tipo. Mas vadias de gráficos falam como se esse fosse o único aspecto de um jogo, só dá pra apreciar alguma coisa se tiver gráficos deslumbrantes, e até mesmo jogos antigos que tinham gráficos bons pras suas épocas são atacados por esse pessoal por terem "gráficos ruins". Tá certo, alguns jogos 3D iniciais não envelheceram tão bem assim se tratando de gráficos, vide Final Fantasy VII, Mario 64, Tomb Raider, Tekken e outros... Mas esses jogos aí não são ruins, né? Bem, pras vadias de gráficos eles são, e o argumento deles são só os gráficos "ruins" mesmo.

Isso faz com que muitas pessoas acabem não só odiando as vadias de gráficos em si como também desmerecendo o fato de que gráficos têm sim importância, então de certa forma esse pessoal dos gráficos aí é culpado pelo lance da "diversão" ter ganhado forças. A chatice desses caras é tanta que outras pessoas acabaram resolvendo ser chatas de outras maneiras e aí criou mais um grupo de gente chata pra encher o saco de quem joga video games.

Mal posso esperar pra quando surgir um "Diversão não importa e sim a história.", aí sim a coisa vai ficar feia.

6ª posição: O hater

Eu não tô falando do "hater" a que o povo se refere quando começa a chorar falando "AINNNN ELE FALOU QUE AQUELE JOGO RUIM É RUIM, É HATER" e ironicamente é o termo mais usado por aí na comunidade brasileira de video games. Não ter medo de falar que jogos ruins são ruins independente de qual seja a franquia ou a desenvolvedora não é ser hater, é simplesmente ter padrões, não se agradar com qualquer bosta que as desenvolvedoras mandam independente da qualidade, gostar incondicionalmente de qualquer jogo que faça parte da sua franquia favorita só te torna um fanboy cego... E eu já já chego nessa parte.

Mas pois é, eu sou um "hater", quem acompanha isso aqui há mais tempo sabe que geralmente eu sou difícil de agradar e até mesmo quando eu dou uma nota 10 pra um jogo, eu passo horas/dias/semanas me perguntando se o jogo realmente mereceu essa nota 10, que nem GTA V. Não me entenda errado, GTA V é um jogo fantástico, mas na época em que eu fiz a review lá eu tava bem hypado, hoje em dia eu já rejoguei GTA V pela 4ª ou 5ª vez e posso dizer que não é digno de nota 10, já existem umas coisas que me incomodam sobre ele que passaram batidas antes... Pois é, eu sei que alguns de vocês devem estar me achando chato por isso, talvez eu seja chato mesmo.

O hater de quem eu tô falando, no entanto, é um cara bem mais chato do que eu ou qualquer outro "hater" aí, é o hater que realmente é negativo sobre qualquer coisa, o cara que parece que vive em função de reclamar dos jogos ou franquias inteiras que ele odeia e infernizar a vida de quem gosta desses jogos ou franquias. Pra não soar muito hipócrita, eu já agi como um hater aqui sim, antigamente eu não perdia uma oportunidade de falar mal de God of War e seus fãs, tudo acabava me fazendo mencionar God of War em um tom negativo e os posts em que essa série era um assunto, eu era o mais obnóxio e ofensivo que eu poderia ser. Claro, isso atraiu atenção negativa pra mim por um bom motivo, mas me fez ficar auto-consciente com o tempo ao menos, eu consigo falar sobre God of War e o porquê de eu não gostar da série sem parecer um moleque arrogante de 14 anos agora.

Tem gente que acaba não "evoluindo" e só fica nisso, cria tempestades de merda uma seguida da outra toda vez que vê tal jogo/franquia sendo mencionado. Não confunda isso com discutir e argumentar o porquê dessa atitude negativa, o que o hater faz é simplesmente dizer "ESSE JOGO É UMA MERDA" ou "ESSA FRANQUIA É UM LIXO" sem demonstrar nenhum motivo convincente, e quando questionado ou refutado, ainda fica nervoso e parte pra ofensas pessoais. Então aprendam a diferença, isso é um hater, o que a maioria de vocês chama de "hater" é só uma pessoa que tem exigências pros jogos que ela joga, e não tem nada de errado com isso.

5ª posição: O hipster pseudo-intelectual

Eu já falei no post anterior que ninguém gosta de hipsters, e o motivo disso é que eles odeiam jogos conhecidos e endeusam jogos Indie ou aqueles jogos obscuros pros quais ninguém liga/ligava nas épocas em que lançaram. Por acaso você gosta de GTA? O hipster odeia GTA e vai te falar que Saints Row ou algum outro Sandbox menos conhecido aí é melhor. Você gosta de Mario? O hipster odeia Mario porque "é tudo a mesma coisa" e vai te falar que algum outro Platformer aí é muito melhor e merecia ter feito mais sucesso, ou talvez até vai dizer que Sonic é melhor porque os jogos 3D dele são geralmente criticados e o hipster sente a necessidade de gostar deles pra ser diferente. Na verdade, agora eu me lembrei de quando eu fui dar uma olhada no /v/ do 4chan e tinha um maluco lá que tava tentando convencer o povo em uma thead que Red Dead Revolver é "infinitamente superior" a Red Dead Redemption, e isso diz muita coisa sobre esses caras.

Existem vários hipsters, mas os mais chatos são os hipsters de jogo Indie... E eles ainda são contraditórios porque jogos Indie agora tão ficando populares, o que significa que outras pessoas estão jogando esses jogos e gostando, e isso dá brecha pro hipster agora passar a odiar o jogo que ele gostava antes, só porque todo mundo também gosta agora. Mas enquanto o jogo Indie ainda tá na obscuridade, o hipster vai ficar falando sobre como esse jogo é profundo, superior aos jogos "comuns" que as desenvolvedoras grandes lançam, que as pessoas que talvez não tenham gostado desse jogo Indie que ele gosta não têm inteligência pra "entenderem" o jogo... Eu mesmo acho Journey um saco e até hoje não entendo o que esse pessoal vê demais nesse jogo, mas toda vez que eu menciono isso pra alguém que diz ter curtido Journey, é o mesmo papo: "Ah, mas é porque Journey é profundo, tem que refletir e bla bla bla."

O maior argumento dos hipsters de jogos Indie é que os jogos que eles gostam são "artísticos", mesmo jogos como Shadow of the Colossus, Metal Gear Solid 2, The Last of Us e outros vindo de desenvolvedoras grandes já existindo e sendo frequentemente usados em debates relacionados a jogos podendo ser usados como forma de arte... Pro hipster não interessa, porque esses jogos já estão nas graças do povão e por isso não são dignos de ser considerados como arte. Ah é, o hipster acha esses jogos aí superestimados e vai tentar te convencer de qualquer forma que eles são medíocres ou que não são nada especial, tudo isso porque ele acha que aqueles jogos menos conhecidos ali são muito melhores. Talvez até sejam mesmo, eu posso dizer que prefiro vários jogos "obscuros" ou menos famosos a muitos mainstream de hoje em dia, porém é a chatice do hipster que algumas vezes até te dá raiva desses jogos.

4ª posição: O fanboy

Se eu coloquei o hater nessa lista, é claro que eu ia ter que colocar o fanboy também, são praticamente duas metades de uma maçã podre cheia de vermes por dentro. Se o hater é chato porque odeia qualquer coisa irracionalmente, o fanboy é chato porque ama qualquer coisa irracionalmente e ainda quer te obrigar a amar o jogo ou a série que ele ama da mesma forma que ele o faz. Um fanboy quando vê alguém dizendo qualquer coisa negativa sobre seus jogos/franquia favoritos, passa a ter um ataque de nervos e a falar demais ao mesmo tempo que não diz nada que realmente defenda o que a outra pessoa esteja criticando, geralmente partindo pra ataques pessoais ou então pra dizer que a pessoa é "hater" porque não gosta daquele jogo.

O pior é que algumas vezes você gosta da franquia em questão, porém acha aquele jogo uma merda, ou então até mais alguns outros, porém gosta da franquia ao todo... Pro fanboy não tem essa, ou você gosta de tudo que tenha o nome da sagrada franquia ou então você não é um fã de verdade dela, e ele vai usar todos os recursos que tem por baixo da manga pra te vencer pelo cansaço. Entrar em uma discussão com um fanboy é o maior erro que você poderia cometer na internet, não importa o quanto você argumente, deixe seus pontos contra o jogo ou a série claros e justifique o porquê da sua visão negativa, ele vai ignorar ou interpretar tudo o que você diz errado, vai continuar a dizer a mesma coisa que você já refutou antes, vai insistir, vai continuar fingindo que é tudo perfeito e que você é um "hater" que só sabe reclamar e que não vê os pontos positivos no jogo (mesmo sendo poucos) e então você vai ficar cansado e vai simplesmente largar ele de lado porque não vale a pena continuar. Daí ele vai pensar que ganhou a discussão e defendeu sua série favorita de mais um hater, quando na verdade só foi ignorado porque é estúpido demais.

Aliás, não é só fanboys de franquias de jogos, existem também fanboys de desenvolvedoras como nintendistas, sonystas, caixistas e por aí vai... E não tem nada de errado ter uma preferência por uma plataforma ou por uma desenvolvedora, mas quando você é um babaca obnóxio que só abre a boca pra falar sobre o quanto a Sony é melhor do que a Microsoft ou do que a Nintendo ou vice-versa, o quanto o PC mestre corrida aí é infinitamente superior aos consoles, o quanto jogos japoneses são superiores a jogos ocidentais ou qualquer coisa do tipo... Você tá sendo um fanboy irritante. E aqui é o mesmo caso do hipster, você pode até estar certo, mas as pessoas vão te odiar,  não porque você tá totalmente errado, mas porque você é chato pra caralho mesmo.

3ª posição: O papagaio

Tudo bem, existe o hater, existe o fanboy, existe o hipster, existem as vadias de gráficos e todos os anteriores ali... Eles são chatos? Com certeza, mas eles têm opinião própria ao menos... Sabe quem é mais chato ainda do que eles? Os papagaios!

... Não esse bichinho fofinho da imagem acima aí, ela é meramente ilustrativa, mas os jogadores papagaios que não têm opinião própria e estão sempre repetindo as coisas que eles ouvem os outros falarem sobre algum jogo. Algumas vezes eles até gostavam de algum jogo, porém ouviram outro cara que eles conhecem falar mal desse jogo, ou até mesmo alguma celebridade da internet como o Egoraptor, o Angry Joe, o JonTron, o AVGN ou qualquer outro youtuber de jogos aí fazendo a mesma coisa. Então o que eles fazem pra tentar se encaixar no meio dos círculos dos fãs desses caras? Ficam repetindo o que eles dizem sobre algum jogo ou uma franquia no geral, tanto os que ele jogou e gostou como os que ele nem sequer conhecia.

Não confunda papaguear com concordar com as opiniões alheias ou até mesmo tirar conclusões parecidas baseado no que você jogou ou até mesmo viu sobre a história e o resto do jogo nos gameplays normais. Dá pra ter uma noção se um jogo é bom ou ruim se você der uma olhada em alguns gameplays ou uma review que seja pelo menos informativa e convincente sobre o mesmo, mas agora se você não tinha absolutamente nada contra tal jogo ou até gostava dele, mas aí de repente agora odeia porque alguma outra pessoa também odeia... Cara, qual é o seu problema? Você por acaso é algum tipo de fantoche das suas celebridades favoritas ou o que? Esse cara aí mostrou por A + B que o jogo que você gostava é ruim? Ok, ele tem um ponto e foi convincente no que diz. Mas você não precisa odiar esse jogo porque esse cara mostrou que é ruim... E eu sei do que eu tô falando porque eu já fui assim, eu já deixei muita gente fazer minha cabeça sobre um monte de jogos, até que eu parei pra pensar e vi que na verdade eu não odeio/gosto daquele jogo, mas compreendo por que alguém poderia gostar/odiar ele.

Existem também aqueles jogos que eu joguei durante um tempo, passei alguns meses/anos sem jogar e aí quando fui revisitar, eles eram muito piores (ou até melhores) do que eu me lembrava e aí minha opinião sobre eles muda drasticamente e fica mais negativa ou positiva. Isso não tem nada a ver com papaguear e sim mudar de opinião baseado na própria experiência... Talvez até com alguma influência de alguma análise positiva/negativa de alguma outra pessoa que você tenha assistido/lido por aí e te fez enxergar um pouco o tal jogo de um ângulo diferente. Mas eu nunca vou ficar repetindo exatamente o que outro reviewer diz sobre o mesmo jogo, porque isso não é expressar sua opinião, é deixar esse reviewer opinar pra você. Então não seja um papagaio, se você concorda com outra pessoa ou até mesmo seu ponto de vista mudou por causa dela, saiba demonstrar isso de maneira decente, papaguear só vai te fazer parecer um babaca facilmente influenciável ou desesperado pra se encaixar em algum grupinho pop da internet.

2ª posição: O White Knight

Voltando ao assunto das mulheres que jogam video game... Eu reclamei das attention whores que usam video games pra chamar atenção porque a falta de pica tá falando mais alto, mas agora eu vou falar de uma coisa pior do que elas que tem uma espécie de relação tanto com elas quanto com as garotas que realmente jogam video game e gostam: White Knights. Esses caras geralmente fazem de tudo pra agradar tanto as attention whores quanto as garotas que realmente curtem video games, e fazem isso da maneira mais desagradável e vergonhosa possível.

Quando as attention whores fazem o que elas fazem de melhor, os White Knights são os primeiros a dar toda a atenção que elas querem e ainda por cima defendê-las quando são questionadas por alguma outra pessoa. Mas por que eles fazem isso? White Knights não sabem que as attention whores não dão uma foda pra video games e na verdade só querem atenção? Nah, talvez eles até saibam, mas eles querem uma "namorada que joga video game" tão desesperadamente que mesmo com a enorme possibilidade de que ela não jogue, ele não liga e quer acreditar que ela joga e que vai passar a amá-lo se ele defendê-la e der atenção o suficiente. Como a attention whore percebe que arrumou um novo escravo, o que ela vai fazer é explorar o máximo desse cara até ele acordar pra vida ou então ela mesma enjoar dele e aí largar de lado, e essa cena é muito triste... O White Knight simplesmente não se importa com toda essa humilhação pela qual ele passa, desde que a sua "amada" esteja junto com ele, e por "estar junto" eu quero dizer abusar da sua ignorância mesmo.

Mas ok, existem também aqueles White Knights que sabem que as attention whores são attention whores e não dão uma foda pra elas. Qual seria o problema deles então? É simples, quando aparece alguma mulher que realmente joga video games, eles começam a perseguir ela por todos os cantos, tentam dar em cima, dão presentes pra ela nos jogos online... É uma bagunça do caralho. Toda vez que aparece uma voz feminina em algum chat de jogo online ou até mesmo em algum grupo de uma rede social relacionado a video games, brota uma mulher no meio do negócio e aí todos os marmanjos perdem a cabeça e ficam se matando pra conquistar o coração dela, muitas vezes sem ela nem estar interessada em nenhum deles ou em ter toda essa atenção, só queria simplesmente jogar e interagir com algumas outras pessoas que também joguem.

Eu nunca tive nenhum problema em me dar bem com alguma garota que jogasse video game, simplesmente porque eu nunca dei a mínima pro fato de que é uma garota que jogue video game... E daí que ela joga? Que bom, ela tá sendo feliz fazendo o que ela gosta de fazer, espero que ela se divirta com o jogo em questão e que a gente se dê bem um com o outro. Você não vai a lugar algum babando pelas attention whores e muito menos pelas mulheres que jogam, pode até acontecer das que jogam de verdade só te usarem pra conseguir presentinhos em jogos online enquanto você tá lá pensando que ela tá totalmente na tua... E ela não tá errada em fazer isso, você que é um imbecil e teve o que mereceu por agir que nem um White Knight mesmo, toma vergonha nessa sua cara gorda que mais parece um biscoito Trakinas logo, caralho!

E se você não é um White Knight gordo, então... Toma vergonha na sua cara de... Uhh... Estúpido!

Ha! Nailed it!

1ª posição: O cara que cria blog de video games

Ah sim, esse sem dúvidas é O pior de todos, ninguém merece um zé ninguém que não tem nada pra fazer da vida criando blog pra fazer posts de reviews de jogos e outras coisas relacionadas ao assunto. Isso é só um meio de fazer ele se sentir importante e fingir que a sua opinião dele tem alguma grande importância, mas até ele próprio sabe que não passa de um sub-humano nojento que não sai do quarto nem pra fazer suas necessidades básicas. O teclado desse cara é totalmente melado e o controle é daqueles que parecem até que foram lubrificados, só que nesse caso com gordura de Doritos e outros alimentos que fazem mal pra saúde, mas ele come mesmo assim porque tanto faz.

Você pode ser qualquer um dos jogadores anteriormente citados nessa lista, mas... Não seja esse aqui, tenha um pouco de auto-respeito. Existe um futuro brilhante te aguardando aí, mas quando você vira um cara que cria blog de video games, esse futuro vai ficando cada vez mais distante até sumir junto com o resto da sua vida e qualquer possibilidade que existia de você ter uma namorada e construir uma família, a única coisa que resta na sua "vida" são video games e o seu blog... É isso que você quer? Hein? É pra isso que você passou boa parte da sua vida na escola aprendendo sobre as matérias e os valores morais da nossa sociedade? Pra jogar tudo fora numa porra dum blog escroto de joguinhos eletrônicos? Você é patético e deveria se sentir patético, seu lixo humano!

... Ok, agora eu vou lá tentar fazer alguma coisa útil com a minha vida, depois eu volto aqui porque provavelmente falhei no meu objetivo e farei um post fingindo que nada demais aconteceu e que eu estou feliz da vida.

Ou não.

{ 56 comentários }

  1. Concordo 100% com o 1

    ResponderExcluir
  2. Ainda bem que eu demoro 2 meses ou mais pra fazer posts no meu Blog.
    Ou talvez eu fique pior de qualquer jeito por ser novo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, não tem nada de errado com isso, com o tempo você vai melhorando até chegar no nível que te deixar satisfeito.

      Excluir
    2. Porra, outro usando avatar de ks

      Muda o nome disso pra Angry Video Game Katawa logo, Ryu

      Excluir
    3. Pronto, seu desejo é uma ordem.

      Excluir
    4. Eu não esperava por isso...... sahdkjhsadhsa

      Excluir
    5. OLHA AÍ O QUE VOCÊ FEZ, ANÔNIMO!!!

      Excluir
    6. Desculpa, eu não sabia que ele ia fazer isso de verdade. k

      Excluir
    7. E se reclamar, o cabelo da Misha aparece nos seus avatares também.

      Excluir
    8. O Deadpool ficou divo com o cabelo da Misha.

      Excluir
    9. Eu gostei mais da Lightning, devia ser o cabelo oficial dela.

      Excluir
    10. Perdeu a chance de colocar "ainda sem slogan e sem uma namorada que não tem braço" ali

      Excluir
    11. ... Merda, eu nem tinha pensado nisso.

      Excluir
    12. Nunca duvidem deste cara, nunca.

      Excluir
    13. Pronto, agora voltou ao normal.

      Excluir
    14. Ai Undead (ou alguém que não seja necessariamente o Ryu1908 aka:Undead) tem print do blog nesse dia?
      Perdi essa perola...

      Aproveitando ta faltando os "Maus perdedores", mesmo herdando algumas características dos de cima eles tem uma em especial, que geralmente usam os verbos "comer/peguei" seguido de "sua mãe".

      Excluir
    15. O Facebook fodeu com a qualidade da imagem, mas tá aí:

      https://fbcdn-sphotos-h-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xtp1/v/t1.0-9/10494592_1597171483877738_3764960155877922778_n.jpg?oh=9dea6309c285569c2f63b81a2d106ef0&oe=56276DB2&__gda__=1445447060_d3ba3679f0a7e6f6ae3dc7b1f94797b2

      E esses maus perdedores de certa forma tão no meio dos metidos a hardcore, mas sim, eles são irritantes também.

      Excluir
    16. Eita, até o Master Chief e o X com cabelo...

      Excluir
  3. O primeiro da lista é o pior mesmo, credo.

    ResponderExcluir
  4. Não era pra vocês concordarem com o 1º colocado, caralho! ;_;

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu discordo porque quem cria blog de video game não é tão ruim quanto hipster, fanboy e white knight

      Excluir
  5. Posso tirar uma foto segurando uma copia de Sonic 06, e ai, o que você acharia disso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí já não é ser attention whore, é ser doente mesmo.

      Excluir
    2. Mas se pah, o Victor Silver gama.

      Excluir
    3. Acho que funcionaria melhor se você tivesse vestida de Sonic, caso contrário provavelmente não faria efeito nele.

      Excluir
  6. é por isso que eu não crio um blog

    ResponderExcluir
  7. Só sei que o Odiador tá ali e isso me fez rir. E eu concordo com o primeiro... Eu acho

    ResponderExcluir
  8. Ryu tem alguma probabilidade de você fazer review de Oniken ou Do AVGN Adventures

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem sim, é até meio alta considerando que não tem nada novo sendo lançado que eu possa jogar, então tô olhando outros jogos que eu possa falar sobre por aqui.

      AVGN Adventures eu já joguei, agora esse Oniken não.

      Excluir
  9. Esse white knight me lembra de um cara que eu conhecia, mas a "garota" pra quem ele comprava as coisas no Mu era na verdade um homem se passando por uma mulher, até hoje ele se dói por isso.

    (lol, Angry Video Game Katawa?)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Homem se passar por mulher na internet é normal, mas esse maluco aí é burro pra caralho também. Ele nem chegou a questionar se a "garota" aí na verdade era só outro tetudo que joga MMO?

      Excluir
  10. Ryu, vc assiste colonia contra ataca?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não acompanho, mas já vi alguns vídeos deles.

      Excluir
  11. Angry Videogame Katawa HAUShsuaSHUAsuhaUHSuhsaU

    Mas é, eu concordo com o que você escreveu aí, Ryu. Só acho que você poderia ter colocado uma menção honrosa: Briana Wu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, essas Brianna Wu e Anita Sarkeesian da vida a gente só ignora mesmo.

      Excluir
  12. Papagaio é pior do que white knight, toda hora eu vejo gente papaguejando as opiniões do Zangado por aí, chega a dar até raiva porque se você discorda, você é maludo porque ele é um crítico profissional.

    ResponderExcluir
  13. To perplecto por não ter menções do Planeta Sonic na parte dos fanboys.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já mencionei o Planeta Sonic demais, existem outros fanboys fora dele.

      Excluir
  14. Eu realmente prefiro achar que isso é puramente humor e não um post sério. Tem tanto "tiro no próprio pé" nesse post que eu nem sei como eu li tudo :v
    Quem escreveu tem dons fabulosos no quesito suicídio argumentativo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não foi puramente humor, mas também não foi puramente sério.

      Elabore sobre o suicídio argumentativo, fiquei curioso sobre.

      Excluir
    2. É pq tu colocou blogueiros em 1 lugar e você é blogueiro hahaha entendeu, é tiro no próprio pé e suicidio argumentativo e não piada

      Mo esperto eu

      Excluir
    3. Se realmente for isso, eu pensei que estivesse meio óbvio que é uma piada comigo mesmo, mas eu não acho que o cara que tenha feito o comentário aí seja tão estúpido assim. Pedi pra ele elaborar porque se realmente houver "tiro no pé" e etc, eu não vejo problema em admitir que ou eu me expressei mal, ou então eu acabei falando bobagem mesmo.

      Mas quando a pessoa só fala isso sem elaborar no que ela quer dizer e nem nada, fica difícil levar a sério, então só vou esperar ele mesmo voltar aqui e se explicar. Se não o fizer, então é só mais um que eu vou simplesmente ignorar porque "falou muito e não disse nada", não foi construtivo, não foi útil, não adicionou nada na discussão, só foi meramente uma "crítica" rasa, e essas eu dispenso.

      Excluir
  15. "Você conhece, eu conheço, todo mundo conhece aquele pessoal que olha a parte gráfica de um jogo e basicamente dizem que tal jogo é bom/ruim apenas com base nisso"

    > Fãs de Super Castlevania IV

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas Super Castlevania IV é bom.

      Excluir
    2. Acho que ele quis dizer que o pessoal usa os gráficos como o principal motivo pra dizerem que Super Castlevania IV é bom, ignorando o resto do que o jogo faz.

      Eu não conheço muito a comunidade de Castlevania, então não posso confirmar isso.

      Excluir
    3. Ryu acabou de dizer exatamente o que eu iria explicar. Mas resumindo, Super Castlevania IV é overrated pra caralho. E a galera que o defende só usa dois argumentos para tal. Os gráficos com ótimo uso do hardware e os controles. Este último inclusive realmente é digno de palmas, pois os controles do jogo são tão precisos que podem ser o melhor já programados na série.

      Mas não basta bons controles se o level design é super anêmico, com seções básicas de plataforma. 90% consiste em subir escadas, se pendurar nas argolas e pular em plataformas flutuantes. Teve boas ideias, mas foram pouquíssimas, resultando em um LD simples e tedioso em alguns momentos.

      No geral SCIV realmente é um jogo bom, mas não é esse orgasmo que os fãs fazem parecer. Sinceramente, Castlevania III e Castlevania: Rondo of Blood são muito melhores.

      Excluir
  16. Tem gente que me leva a sério quando eu dou uma de fanboy de Klonoa, HUEHUEHUEHUE, não me levem a mal, eu gosto pra caralho da série, mas ser fanboy eu não sou, só gosto dos jogos que eu joguei.
    E esse papo de hater me lembra uma discussão no youtube em que eu disse que FF é uma das piores séries de RPG e mostrei um post no meu blog com todos os meus pontos bem explicados e a discussão foi exatamente o que você falou do fanboy, eu dava todos os pontos, ele me chamava de hater retardado sem argumentos, disse que eu não usei argumentos, agiu como se eu não tivesse dito nada, e ficou na base dos aff mano kkk.

    ResponderExcluir
  17. Tem uma pesquisa por ae q diz: não entender sarcasmo pode significar demência mental. Assistem já jogou x-com enemy unknow do dos, difícil de acreditar q é dos vei, um gráfico bacaninha com história e conteúdo do mal.

    ResponderExcluir
  18. "QUE PORRA É ESSA, isso ai não e um hater, isso ai e um Sr.Wilson de peruca e camisa da Nintendo", Quero dizer muio bom o seu post e espero que não tenha mais nenhum que pense em criar um blog sobre Games,e a escoria da humanidad

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, tomara que um dia essa praga seja extinta pra todo o sempre.

      Excluir
  19. https://www.youtube.com/channel/UClxFcjHWgIZd1oo7xJu-UFA

    ResponderExcluir

- Copyright © Blog do Ryu - Date A Live - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -