Posts Populares:

Postado por: Ryu segunda-feira, 4 de novembro de 2013


Seja bem-vindo de volta à Mega Maratona do Megaman, ou "Megaratona" como um amigo meu sugeriu no Skype, mas a verdade é que você pode chamar isso de qualquer coisa, pode ser "Mega Play", "Mega Dossiê", "Mega Orgia", o que for mais apropriado pra você tá valendo.

Enfim, acabamos de dar uma olhada na trilogia inicial do Megaman, o que muitas pessoas consideram como o ponto alto da série, principalmente Megaman 2... Normalmente isso não é um sinal muito bom, digo, a série tem exatamente onze jogos e o ponto alto que até então supostamente nunca foi superado seria o segundo e todo o resto é fraco em comparação? Isso não me cheira muito bem, mas eu vou continuar jogando mesmo assim, por que não? Quem sabe eu acabe gostando de algum jogo da série mais do que de Megaman 2 ou 3?

Agora é a vez de olhar os três últimos jogos do Megaman pro NES: Megaman 4, 5 e 6. Pra falar a verdade, eu conhecia um pessoal que me falava que não só esses jogos como todos os outros seguintes eram meh, e isso honestamente me deu um pouco de medo, só que eu também vejo gente dizendo que esses jogos são tão bons quanto os outros três, então pelo visto é só jogando pra saber como essa merda toda vai acabar, então seja o que São Pixel quiser...

Pois é, Megaman 3 foi um sucesso de crítica e também vendeu bem, não tanto quanto o segundo jogo, mas foi o suficiente pra Capcom ainda querer continuar com a série, com certeza dessa vez com mais tempo e recursos pra produzir um jogo melhor, creio eu.


E isso nos levou ao quarto jogo do Megaman... Wow, pra uma série que começou vendendo mal e era pra ter sido esquecida pelo tempo devido à falta de sucesso de seu primeiro jogo, Megaman realmente estava durando bastante. Enfim, vamos dar uma olhada nas capas, já que um post sobre jogos clássicos do Megaman não pode não falar das capas dos jogos, a capa japonesa tem a mesma arte de anime de sempre e dessa vez o Rush não está dando ré no quibe do Megaman como na capa do 3, então tá legal... A capa americana, assim como a do 3, pelo menos acerta a anatomia do Megaman, ele já não parece mais uma versão bêbada do Chapolin Colorado, mas ainda tem essa mesma cara de cu, e... Isso me incomoda, mesmo.

Ok, agora vamos pra história, e logo de cara dá pra ver que esse jogo ao menos tem uma produção melhor do que a dos anteriores, agora temos uma intro completamente animada, fazia sentido já que os jogos estavam começando a ter cutscenes, claro que você pode dizer que Megaman 2 tinha aquela intro com o prédio e tal, mas aqui é muito mais "estiloso", por assim dizer, e essa intro animada conta a história de como o Megaman foi criado antes de tudo... É meio estranho esperarem até o quarto jogo da série pra resolverem mostrar a origem do Megaman já que no primeiro jogo não dizia nada, quem jogou na época deve ter estranhado isso, mas ok então...

Depois que o Wily foi esmagado por um bloco de pedra, tudo pareceu ter ficado em paz por um tempo, mas então surge o Dr. Cossack, outro cientista doidão que quer provar sua superioridade ao Dr. Light e pra isso ele criou oito robôs fodões: Brightman, Toadman, Drillman, Pharaohman, Ringman, Dustman, Diveman e Skullman, e então os mandou pra fazer merda pelo mundo todo em seu nome, então mais uma vez, Megaman vai junto com Rush lutar contra o MAAAAL.

O vilão da história pode ser um pouco diferente, mas é basicamente o mesmo de sempre, inimigo malvado que mandou vários robôs por aí e agora o Megaman tem que parar essa ameaça, eu tô começando a sentir um certo ar de mesmice com isso.


Um problema gráfico que acontecia as vezes em Megaman 2 e 3 que eu esqueci de mencionar antes era o fato dos sprites as vezes começarem a piscar do nada, nesse jogo aqui isso foi definitivamente consertado e não acontece mais, além disso, é bem similar aos outros, a arte é a mesma, os sprites, só muda que temos novas temáticas pras fases, as melhoras gráficas estão mais nos efeitos e nas cutscenes, por exemplo quando você ganha uma arma nova, mostra um sprite meio 3D do Megaman girando enquanto toca uma música maneira no fundo e aí anunciam a arma que você ganhou. E falando em música, a trilha sonora do jogo é decente, mas achei ela menos memorável do que as dos outros dois jogos passados, ainda assim não deixa de ser aproveitável apesar de ser menos legal do que as dos antecessores, as melhores músicas são as das fases do Pharaohman, do Brightman, do Drillman e do Skullman e a da base do Dr. Cossack não é nada mal também.

Considerando que Megaman 2 melhorou o level design e adicionou E-Tanks e itens especiais na fórmula da série e Megaman 3 trouxe o Rush e a habilidade de slide, o que Megaman 4 poderia adicionar a isso tudo? Talvez você reparou antes que eu nem ao menos mencionei o tiro carregado do Mega Buster quando falei dos jogos passados, mas isso é porque ele não existia antes de Megaman 4, foi esse jogo que introduziu o tiro carregado ao arsenal de PODERES CÓSMICOS E FENOMENAIS do Megaman, e assim como em todos os outros jogos em que ele apareceu, você segura o botão de atirar por um tempo e aí solta um tiro fodão que causa um dano muito mais alto nos inimigos e pode matar até mais de um com uma mira e um timing bom, obviamente é uma adição bem vinda que até facilita um pouco mais na luta contra o primeiro boss onde você não tem merda nenhuma e aí costuma ser mais difícil.

Porém... Eu acho que esse jogo deu uma piorada no Rush, mais especificamente falando do Rush Jet que antes podia ser usado com uma movimentação mais livre e aqui só dá pra ir em linha reta com ele, não é algo gravíssimo e ele ainda serve pra passar por um monte de obstáculos mais impertinentes, mas ainda assim senti falta da livre mobilidade com ele, o resto ao menos funciona e ainda é divertido de usar.

A essa altura você já sabe como funciona, oito bosses, pode escolher qualquer um, derrotando todos, você libera a última parte do jogo, bla bla bla. Se você quer alguma recomendação pra onde começar nesse jogo, escolha o Toadman, a fase dele é fácil, a luta com ele é ridiculamente fácil e matando ele, você ganha a Rain Flush, que é um ataque que invoca uma chuva que mata todos os inimigos na tela [?] e não tem como nenhum deles bloquearem isso, não vou questionar a lógica desse ataque, só o fato dele matar todo mundo na tela já é foda o suficiente pra mim, principalmente aqueles inimigos com posicionamento um pouco mais complicado de lidar ou aqueles que as vezes bloqueiam seus tiros.

A Flash Stopper que você ganha chutando a bunda do Brightman também é boa porque ela congela praticamente tudo na tela, projéteis, inimigos, tudo, aí você pode usar isso pra passar facilmente por inimigos ou matar eles sem eles nem ao menos terem chance de contra-atacar, infelizmente o único boss que é vulnerável a essa arma é o Pharaohman e é só ele que para quando essa arma é usada, com os outros isso não funciona... Por que? Boa pergunta, mas provavelmente é pro jogo não ficar fácil demais, até porque se você pudesse matar todos os bosses usando o Flash Stopper e aí dando caralhocentos tiros do Mega Buster até ele morrer, quase não teria desafio nessas lutas.


E quanto as outras armas? Bem... Tem a Pharaoh Shot que carrega uma bola de fogo que pode ser atirada em linha reta ou diagonal que é útil algumas vezes contra inimigos que vêm de cima, a Drill Bomb que serve pra destruir aqueles inimigos-espinho e também pode ser detonada no meio do percurso do tiro, a Skull Barrier que não é tão efetiva quanto o Leaf Shield de Megaman 2 porque some na hora em que entra em contato com algum inimigo, mas ao menos você pode andar com essa barreira, o Dive Missle que é um míssil perseguidor que é completamente imprevisível e estranho de usar porque as vezes ele só fica girando por aí ou não mira em alvo algum, essa arma é uma bosta mesmo, o Dust Crusher onde você atira um monte de tralha junta que explode e se espalha em quatro pedaços diferentes que saem voando por aí e o Ring Boomerang que é a arma do Cutman com outro nome e outro visual.

Eu acho que prefiro as armas dos outros dois também, enquanto as desse jogo são ok, elas são meio simples em comparação, a maioria são variações de projéteis normais e eu realmente não usava muito, exceto pela Rain Flush, a Flash Stopper e talveeeez a Skull Barrier e a Pharaoh Shot em ocasiões específicas. Pra falar a verdade eu gostei mais dos itens desse jogo, um cria uns balões como plataformas igual o que já tinha em Megaman 2, e o outro é um grapple hook que é bem legal de usar pra chegar em áreas mais altas e pegar E-Tanks, mas infelizmente só mira pra cima, queria ver ele sendo usado em várias direções pela fase, mas quem sabe em outro jogo.

De qualquer forma, vale ressaltar que o level design ficou um pouco regredido com relação a Megaman 3, as fases estão cheias, CHEIAS de abismos e espinhos e basicamente várias partes delas consistem em memorizar boa parte do cenário, por um pequeno erro pode te fazer cair nos espinhos ou no abismo, e também novamente alguns posicionamentos de inimigos altamente cheap, por exemplo na fase do Dustman onde tem uns abismos que não parecem ter nada e aí você precisa pular por cima, beleza, simples, mas aí no exato momento onde eu fui pular, um inimigo subiu desse abismo do nada, me acertou e me fez cair, sendo que não teve nada indicando que isso ia acontecer, e o caso da fase do Ringman... Bem, ela é meio repetitiva porque é um festival de mini-bosses, os mesmos mini-bosses o tempo todo, fica enjoativo e mais longo do que deveria.

Nem todas as fases desse jogo têm level designs questionáveis, claro, até algumas mesmo com um posicionamento estranho de inimigos aqui e alí acabam sendo divertidinhas, e outras são boas e lembram um pouco mais o estilo dos últimos jogos, mas... Ok, já deu falar disso também, vamos pra fortaleza do Dr. Cossack, que é liberada depois de derrotar os oito bosses e...


Hm... Eu acho que esse cara é russo... Só acho. Talvez a Capcom não deixou isso óbvio o suficiente com o nome completo do cara que é Dr. Mikhail Sergeyevich Cossack e o visual dele de russo malvado, ele também tem uma fortaleza com visual de base militar russa pra ter certeza de que não há ninguém mais russo do que ele em lugar algum... Bem, olhando pelo lado positivo, é uma base diferente das do Wily que sempre tinham caveiras e tal.

Essa fortaleza do Cossack não é muito difícil exceto por duas partes específicas, uma onde tem um boss que eu tenho que entrar dentro de uma área na qual os pedaços dela ficam se mexendo pelo cenário, depois é só eu acertar o boss lá dentro e cair fora quando começar a se mexer de novo, não é nada exageradamente difícil, mas achei legal e desafiador de certa forma, e a outra parte mais difícil é uma luta contra um robô que fica se movendo por aí num cenário com algumas plataformas e um monte de espinhos embaixo (Eu sei, esse jogo ama espinhos), se você não tomar cuidado com seus pulos e sua posição nas plataformas, você praticamente já morreu.

Daí tem a batalha contra o Cossack e sua nave com uma garra embaixo que não é muito difícil também, ainda mais com a Dust Crusher que é a desvantagem dele, só tomar cuidado pra não ficar embaixo dele e também com uns tiros que ele dá pros lados.

Então depois dessa luta, o Protoman aparece do nada, traz uma menina até o local e depois vai embora de novo, no fim das contas, essa garota é a filha do Dr. Cossack chamada Kalinka, ela diz que seu pai não é um cara do MAAAAAL e que na verdade ele estava sendo forçado a lutar contra o Megaman porque ela foi sequestrada e estava sendo mantida como refem por... Por...??? Não, sério, você sabe por quem, pode dizer aí por mim.

Exatamente, pelo Dr. Wily, eu não vou falar que eu não esperava isso, até porque pra um cara querer se revoltar contra o Light e o Megaman assim sem mais e nem menos, provavelmente ou ele foi influenciado pelo Wily, ou o Wily fez com que ele fizesse isso diretamente, mas ao menos foi um plot twist, um plot twst óbvio, mas ainda foi um, o que mostra que Megaman tá evoluindo com relação a história ao menos. Só não entendi por que o Wily fez isso, ele não parecia estar preparando nada especial, então por que ele botou o Cossack pra fazer algo e aparentemente distrair o Megaman? Ele tava afim de descansar e jogar umas partidas de Super Mario Bros. enquanto o Cossack fazia o serviço?

Enfim, Wily fica resmungando sobre o Protoman tê-lo traído e ajudado o Megaman, depois ele foge pra sua fortaleza e agora temos mais uma fase final pra completar... Não, eu não vejo nada errado nisso, a fortaleza do Cossack pode até ser um maneira de fazer o jogo ficar mais longo, mas é a maneira certa de se fazer isso, eu apoio totalmente uma coisa assim, ao contrário daquela merda toda de Doc Robot que tinha em Megaman 3.

A fortaleza do Wily tem mais espinhos ainda do que o normal e alguns bosses mais chatos, mas nada exagerado, se você tiver E-Tanks, dá pra ganhar a maioria das lutas, inclusive a última luta contra o Wily que começa com um veículo lá que só manda bolas de fogo pra frente e não faz mais nada, na primeira parte é só ficar embaixo um pouco do lado dele, pular e atirar quando abrir uma brecha,  a segunda... É um pouco difícil, mas ok se tiver bons reflexos. A luta definitiva tem uma música legal e é relativamente difícil, mas se você tiver a Pharaoh Shot e manter ela carregada, só ver o posicionamento do Wily no escuro, ir atrás dele e aí pronto.


Então, Wily é derrotado de novo e aí ele... Vaza da base por uma porta giratória, a base depois explode, os créditos rolam mostrando o Megaman indo embora e aí... Acabou.

Sabe? Esquece o que eu disse, Megaman não evoluiu tanto assim em matéria de história, a do 3 era melhor mesmo analisando mais profundamente, no fim das contas o Wily fez um plano sem sentido algum nesse jogo e terminou sem sentido algum também.

Bem... Apesar disso, o jogo em si é divertido, não tão bom quanto Megaman 2 e 3, mas é legal apesar de uns level deigns questionáveis aqui e alí, ao menos Megaman 4 ainda manteve a tradição e adicionou coisas novas, nesse caso seria o Mega Buster e seus tiros carregados, parece não ser grande coisa, mas é.

Agora que acabamos com esse... Próximo!


Megaman 4 provavelmente vendeu bem também, não sei exatamente o quanto, mas se a Capcom deixou continuarem e lançarem um Megaman 5, é porque provavelmente vendeu bem o suficiente pra ainda acharem a franquia aproveitável.

Sabe... Quando uma determinada franquia tem vários jogos, vem aquele problema do "mais do mesmo", onde as pessoas começam a reclamar que tal franquia não "inova", não traz nada significantemente novo pra sua fórmula e nem nada assim, pode ser tanto em matéria de enredo quanto de gameplay em si, até hoje algumas franquias são criticadas em uns cantos por isso, mesmo eu não concordando em todos os cados, vejo pessoas criticando Mario, God of War, Assassin's Creed, Call of Duty, Pokemon, e a lista poderia continuar, mas estaria indo meio off-topic...

Megaman, assim como essas séries mencionadas, de uma maneira ou de outra também caiu na categoria do "mais do mesmo", e isso ficou mais aparente no quinto jogo dele que pra mim tá sendo o mais fraco até agora... A propósito, meio tarde pra lançar um jogo de NES, não? O SNES já tinha sido lançado em 1991 e saiu da vagina do Japão em 1992 pra boa parte do mundo, então em 1992 já meio que seria a hora de ter um jogo do Megaman pra SNES, não? Bem... Pode ser que não fizeram isso porque o NES ainda era popular e muita gente ainda tinha o console, talvez, mas tanto faz, vamos logo com isso.

Depois do final incrivelmente anti-climático de Megaman 4, as coisas ficaram em paz novamente, porém como Wily escapou facilmente do último encontro, ele provavelmente vai fazer alguma merda aí, e eu ainda me pergunto quando é que o Megaman vai por um fim definitivo nos planos dele, traga uma corda, chame a polícia, dê um tiro na cabeça dele, espanque ele tanto que ele não vai conseguir nem se mexer direito, qualquer coisa, mas FAÇA ALGO SIGNIFICANTE PRA ACABAR COM ELE!

Pelas barbas do Dr. Light, eu sei que Megaman a essa altura tá tendo tanto enredo e narrativa quanto um episódio do Popeye, mas aconteça algo! Sério!

Bem... Acontece que dessa vez, quem é o antagonista da história é o Protoman, que sequestrou o Dr. Light por algum motivo e também tem oito robôs que estão fazendo merda por aí: Stoneman, Gravityman, Crystalman, Napalmman, Gyroman, Starman, Waveman e Chargeman, então você já sabe, oito robôs, bla bla bla.

Cara... Qual é a do Protoman? Esse cara realmente não decide de qual porra de lado ele tá, primeiro ele me atrapalha aos montes em Megaman 3 pulando igual uma gazela com hemorroidas, depois no mesmo jogo ele me salva no final, daí em Megaman 4 ele salva a filha do Cossack pra me ajudar, traindo Wily, e agora o cara sequestra o Light provavelmente a mando do Wily.

O que que você quer afinal, cara? Só me diz isso!


Como eu havia dito, Megaman 5 é o jogo que fez Megaman começar a parecer "mais do mesmo", esse jogo realmente não adiciona muito ao gameplay da série... Ou simplesmente não adiciona nada, mas comecemos pelo começo...

O Mega Buster foi melhorado e piorado ao mesmo tempo, melhorado porque o tiro dele agora é enorme e tem muito mais alcance de acertos graças a isso, é provavelmente a melhor arma desse jogo pra causar danos, agora foi piorado porque por algum motivo, um desalmado da Capcom achou que seria legal o Megaman perder a carga do Mega Buster toda vez que for atingido... Por que? Isso não acontecia antes e nem acontece em nenhum outro jogo do Megaman, então pra que isso? Pode não parecer muito ruim, mas jogando por sim mesmo é, você tá lá passando pela fase e carregando seu Mega Buster pro próximo inimigo, feliz como um obeso mórbido comendo seu pacote de Ruffles, mas aí de repente você é atingido e pronto, tem que carregar o Mega Buster outra vez no meio de um monte de inimigos que provavelmente irão spawnar na tela agora, e se você for atingido outra vez, você perde a carga de novo, isso é irritante pra caralho, mais do que eu poderia fazer parecer por esse texto.

Além disso... Bem...O Megaman funciona basicamente da mesma forma que ele funcionava nos outros jogos, tem o Rush, o movimento de slide, os controles pesadinhos, tá tudo alí, mas... Não tem nenhum movimento novo e nem nada, além de um pássaro chamado Beat (oh, referência musical!) que tu libera depois de coletar umas letras que formam "MEGAMAN 5" espalhadas pelas fases, quando você libera ele, Beat começa a atacar inimigos e até bosses, é legal, mas isso ainda não é algo muito significativo no gameplay ao todo.

As armas dos bosses não são muito criativas também, a Power Stone tem uma ideia boa, mas ela nunca acerta ninguém, inclusive matar o Chargeman com ela é um saco, a Water Wave é fraca e só serve pra lutar contra o Starman, a Gravity Hold é legal, mas tem hora que ela não faz nada também e a maioria dos outros são variações de projéteis ou versões pioradas de armas passadas, eu raramente uso alguma dessas armas a menos que seja pra lutar contra os bosses.

As fases parecem básicas demais, não são ruins, mas não são grande coisa também, só têm level designs normais, o que pode ser bom pra alguns... Talvez a única fase que eu realmente gostei e me diverti jogando foi a do Waveman com aquela seção de moto, o resto das fases pra mim... Só estão lá, mais nada.


Enfim, derrotando os oito bosses, temos uma fase na fortaleza do Protoman, ela também não é difícil e muito menos os bosses, mas aí o Megaman fica cara-a-cara com o Protoman e resolve por um fim nessa merda toda e mandar ele decidir logo de que lado está ou seu Mega Buster supercarregado terá que dar suas palavras!

... Mas numa reviravolta inesperada de eventos, outro Protoman aparece no mesmo local e mete bala no que estava nessa fortaleza, daí descobrimos que o Protoman que sequestrou Light era na verdade um impostor e o Protoman de verdade é nosso amiguinho, então depois desse impostor ser destruído, é revelado que... É, o Dr. Wily estava por trás disso tudo.

O velho queria botar a culpa dos seus crimes no Protoman porque... Uhhh... Lucros? Sério, os planos desse cara estão ficando cada vez mais sem lógica, nos três primeiros jogos, isso ainda fazia sentido, mas agora é óbvio que ele provavelmente está ficando sem ideias e agora só quer foder com a vida do Megaman de qualquer forma que ele conseguir pensar.

Enfim... Sim, temos que ir pra outra base do Wily que também não é muito difícil, exceto por umas partes cheias de espinhos, mas CHEIAS mesmo, e ainda por cima você tem que saber de qual lado da plataforma pular, porque tem uma chance enorme que você pode ser morto por um espinho na tela de baixo que não foi mostrado em momento algum... Eu odeio leaps of faith, sério. Outras partes são difíceis por level design ruim junto com espinhos, em algumas você tem que dar um pulo simplesmente perfeito porque tem um teto em cima atrapalhando seu pulo.

Depois, tem uma luta contra o Wily que no primeiro estágio é só desviar de projéteis e atirar de volta na hora certa como sempre, e a segunda... Se você tiver o Beat, apenas desvie dos projéteis e ele vai fazer o resto pra você, sério. Mas no fim das contas, Wily é derrotado de novo, Light é salvo, mas a fortaleza começa a desabar e uma estrutura vai cair em cima dos nossos heróis!


Uhhh... Wow, o Megaman consegue segurar uma estrutura desse tamanho só com sua força física? Eu não sabia que ele era tão forte assim, por que ele não pode fazer a mesma coisa quando é esmagado por algum obstáculo nas fases?

Enfim, Wily escapa novamente, mas dessa vez o Megaman realmente não pôde capturá-lo por estar ocupado segurando a estrutura da base, salvando sua própria vida e a do Light, mas são ajudados por Protoman de novo e saem vivos enquanto olham a fortaleza explodir, vêem que o Wily saiu da base a tempo e provavelmente foi até sua 6ª base reserva, o Protoman vai embora e o jogo acaba.

Megaman 5 é um jogo meh na melhor das hipóteses, ele parece que nem tem exatamente um motivo pra existir na série além de só usar o nome dela pra vender, ele tem seus trechos legais, mas o jogo em si não adiciona nada na série e não faria diferença se estivesse lá ou não, eu nem sei direito o que dizer sobre esse jogo, ele... Só está lá, é só mais um jogo do Megaman.

Uhhh... Ok então, vejamos a conclusão disso tudo no próximo jogo.


Megaman 5 provavelmente fez sucesso mesmo sendo o jogo mais meh até agora, antes que você me entenda errado, não, não é um jogo ruim, talvez seja até bom pra quem pegar ele e estiver jogando Megaman pela primeira vez, mas pra quem jogou os outros que vieram antes... É... Nem tanto assim.

De qualquer maneira, Megaman 6 foi lançado em 1993 para... O NES ainda? Caralho, Capcom, mais atrasos ainda pra trazer o Megaman pro SNES? Eu realmente não entendi essa, já é 1993 fazem dois anos desde que o SNES saiu, o pessoal já tá cansado de coisas 8-bit, será que esse pessoal não sabia disso?

Bem, continuando de onde Megaman 5 parou, o mundo continuou em paz por mais um tempo desde que Wily foi derrotado por Megaman pela 5ª vez, e agora surgiu um torneio de lutas entre robôs por aí, vários participantes que surgiram do nada entraram no torneio, o Megaman não porque Light é da paz e não quer ver seu robô de pijama azul limpando o chão com a cara desses outros, mas ele o mandou lá pra supervisionar o torneio.

Mas então, o organizador do torneio, Mr. X...



Hm... Espera um pouco aí!

É... Esse totalmente não é o Dr. Wily.

Enfim, o Dr. Wil... Digo... Mr. X resolve tomar conta desses robôs e reprogramar eles pra dominar o mundo por aí, então o Megaman tem que ir em mais uma jornada ao redor do mundo pra por essa porra toda em ordem e lutar contra os participantes que agora estão encapetados: Blizzardman, Windman, Flameman, Tomahawkman, Centaurman, Knightman, Yamatoman e Plantman.

É, eu com certeza não imagino como essa história vai acabar, o mistério, o build up, o plano incrível de Wi... Mr. X, como diabos isso vai se desenrolar??? Eu mal posso esperar!


Megaman 6 é provavelmente o jogo mais bonito do Megaman pro NES, apesar dos sprites do Megaman serem os mesmos de sempre, os locais são bem diferentes do normal e o jogo possui backgrounds mais profundos. Já que o Megaman dessa vez literalmente viaja ao redor do mundo nesse jogo, as fases são baseadas em locais do mundo real com aquele aspecto futurístico de Megaman, e o jogo acaba ficando mais visualmente variado do que nunca. A trilha sonora é um grande salto pra frente em comparação com a dos últimos dois jogos que nem foram grande coisa no geral, assim como em Megaman 2 e 3, eu gosto de quase todas as músicas, já não era sem tempo, tava estranho ver jogos do Megaman sem muitas músicas memoráveis.

O gameplay em si é o mesmo de sempre, correr, atirar, pular, oito bosses e tal, apesar dos visuais novos, na verdade esse jogo recicla bastante coisa dos últimos jogos da série, algumas armas dos bosses estão no meio dessa reciclagem e uma boa parte dos inimigos também, porém ao contrário de Megaman 5, esse jogo de fato adiciona alguma coisa nova significante no gameplay da franquia: Os Rush Adaptors!

Rush Adaptors são duas "armaduras" nas quais o Rush se transforma pra se fundir com o Megaman e dar a ele duas novas formas: Power Megaman, que tem socos e ataques carregados overpower que são fodas tanto pra matar inimigos quanto pra quebrar coisas destrutíveis no cenário e revelar E-Tanks e coisas do tipo, a segunda forma é o Jet Megaman que pode pular e voar por um tempo limitado e é bem útil pra passar por obstáculos e até descobrir passagens secretas com itens ou caminhos extras, era disso que eu estava falando quando falei sobre adicionar algo significante no gameplay, os Rush Adaptors são novidades e têm novas utilidades além de servir pra velhos propósitos também, ISSO é inovar com base no conceito da sua franquia!

Falando em E-Tanks, esse é provavelmente o jogo mais generoso com E-Tanks que eu já vi na série toda, eles são fáceis de encontrar e eu nem preciso me esforçar muito pra procurá-los, especialmente depois de destravar o Power Megaman... E eu nunca precisei usá-los muito também, porque esse jogo é bem fácil, o level design é mais amigável do que os outros jogos do Megaman, apesar de ainda ter seus momentos difíceis, mas nada que seja extremamente desafiador, é provavelmente a melhor opção pra jogadores casuais que querem experimentar um jogo do Megaman.

Os bosses também não são muito difíceis, normalmente os bosses da série são bem chatinhos de matar só com tiros normais, exceto por uns ou outros pra que você tenha por onde começar no jogo, mas em Megaman 6, praticamente a maioria deles é bem fácil, eu usei as armas pra acabar rápido com as lutas, mas poderia matar praticamente todos eles só com o Mega Buster.

As armas deles são melhores do que as dos últimos dois jogos ao menos, o Flame Blast causa um dano bem alto nos inimigos, o Silver Tomahawk tem um tiro que vai indo pra cima e serve pra matar vários inimigos aéreos em sequência com um tiro preciso, a Centaur Flash é basicamente a mesma coisa do Rain Flush que matava um monte de inimigos na tela, a Yamato Spear é rápida e pode quebrar escudos, a Knight Crush que é outro bumerangue dessa vez com visual de bola de espinhos e a Plant Barrier que eu usei de vez em quando, mas a maioria das outras são só reciclagens mesmo.

Então... Derrotando os oito bosses, eu agora posso ir enfrentar o Totally Not Dr. Wily, provavelmente pra ver outro final tosco onde ele escapa, meh, bora logo com isso.


Em resumo, a fortaleza dele não é muito difícil, os bosses também e aí... É... Ele revela que esse tempo todo era o Dr. Wily... CARALHO, EU NÃO IMAGINAVA ISSO! QUE PLOT TWIST INCRÍVEL!

Mas falando sério... Eu nem sei pra que diabos fizeram esse suspense todo de Mr. X, além de visualmente o disfarce dele ser tão bom quanto os do Pica Pau, deu pra ver que Wily escapou no último jogo lá no finalzinho, então qual foi o sentido disso?

Eu acho que a história de Megaman 6 foi criada pra ser cômica, seria a melhor explicação pra ela ser tão ruim assim e o Wily ter um plano tão estúpido e óbvio, eu realmente ri da intro desse jogo porque era óbvio que aquele cara era o Dr. Wily, dava pra ver pelo cabelo e pelo bigode sozinhos.

Quem foi que disse que Megaman tinha histórias boas mesmo? Eu quero que esse mesmo cara venha falar isso nos comentários de novo.

Enfim, é, tem outra fortaleza e outra luta contra o Wily no final, ela é fácil pra caralho assim como o resto desse jogo, tão fácil que todas as formas do Wily no final são fracas contra o Silver Tomahawk, mas ok, vamos pro final agora que a última luta já foi.

Agora o Wily cai no chão depois de derrotado e fica pedindo perdão, provavelmente vai escapar de alguma forma de novo e...


Erm... Peraí, eu tô vendo isso mesmo?

... O Megaman finalmente levou uma corda com ele, capturou Wily e agora vai levar ele pra prisão? Sem nenhum escapamento e nem nada?


JESUS CRISTO DA PORRA! FINALMENTE ELE CONSEGUIU! FINALMENTE UM FINAL BOM ONDE ALGUMA COISA CERTA ACONTECE, EXISTE UM DEUS LÁ EM CIMA AFINAL DE CONTAS, CARALHO! HOORAY!

Claro, eu sei que depois ele vai dar um jeito de sair da cadeia em Megaman 7, mas ele provavelmente vai ficar lá por um bom tempo, e foda-se isso também, finalmente temos um final bom, o que acontece na sequência agora é irrelevante, não estrague a porra do momento feliz da postagem, seu resto de aborto desprezível!

...

Ok, ok, eu aceito suas desculpas.

No fim das conas, Megaman 6 é um jogo melhor do que Megaman 4 e 5, apesar de ser menos desafiador do que a maioria, o jogo ainda se mantém consistentemente divertido, eu gostei de usar as armas apesar das reciclagens, gostei dos Rush Adaptors, gostei de praticamente tudo, até das fases que ainda são legais mesmo sendo fáceis, afinal a qualidade de um jogo não é exatamente determinada pela sua dificuldade e sim pelo conjunto todo do gameplay e dos outros aspectos, e Megaman 6 faz isso muito bem.

Com esse clima de emoção, a segunda parte da maratona do Megaman acaba, e na próxima finalmente sairemos dessa coisa toda de 8-Bit e iremos pro SNES e pro PS1 dar uma olhada em Megaman 7, 8 e Megaman & Bass, então por hoje é só, até mais, vou continuar comemorando aqui no quarto.

{ 53 comentários }

  1. Pelo menos o disfarce do Wily no Mega Man 6 é melhor do que o do Eggman no Sonic Free Riders.

    ResponderExcluir
  2. WE ARE THE CHAAAAAMPIONS HUEHUEHUEHEUHEUHEUHEUE

    ResponderExcluir
  3. todos os megamans antigos são chatos, essa porra soh ficou boa no x

    ResponderExcluir
  4. A Capcom já queria que Megaman acabasse no 6, por isso esse final aparentemente conclusivo, mas decidiram continuar.

    ResponderExcluir
  5. e é verdade megaman era coisa de criancinha antes do x

    ResponderExcluir
  6. Dr. Wily andou tendo algumas aulas de disfarce com ele

    ResponderExcluir
  7. Até porque ia ter que se esforçar muito pra ser pior.

    ResponderExcluir
  8. Cara seu jeito de falar das coisas é muito engraçado kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  9. Se as pessoas caem, por que tentar disfarce bom?

    ResponderExcluir
  10. todos os chatos antigos são megaman essa x soh ficou boa no porra

    ResponderExcluir
  11. Então ele se esforçou bastante
    http://i.imgur.com/Jk84u.png

    ResponderExcluir
  12. E é por isso que eu falei que Megaman só começou a ter história boa no X, as dos antigos chegavam a ser engraçadas de tão ruins.

    ResponderExcluir
  13. todos os porra antigos são x essa megaman soh ficou boa no chatos

    ResponderExcluir
  14. Video games ensinam que pessoas são retardadas e daltônicas, olha só pro Sonic Adventure 2, confundiram o Sonic com o Shadow

    ResponderExcluir
  15. Realmente, mas ele é o He-Man, ele pode.

    ResponderExcluir
  16. Até o próprio Megaman caiu nessa do Mr. X.

    ResponderExcluir
  17. Então a Capcom já queria foder com Megaman desde o começo, é isso?

    ResponderExcluir
  18. todos os megaporra antigos são x, essa chatos so ficou boa no man

    ResponderExcluir
  19. MEGAPORRA DSAHDIOUASHDIUASHDIUASODHAIOSUDHAISOUDHASIOUDHSIUO
    DHASOIUDH

    ResponderExcluir
  20. Em japonês fica Rockporra.

    http://www.youtube.com/watch?v=ISJzb_sZpiY

    ResponderExcluir
  21. Juubi 2.0 - Shinju5 de novembro de 2013 00:12

    Pra falar a verdade, a cor do cabelo é um pouquinho diferente.

    ResponderExcluir
  22. Juubi 2.0 - Shinju5 de novembro de 2013 00:19

    Estranho, a versão que eu ouvi foi que o Inafune queria acabar no 6.

    ResponderExcluir
  23. Ah sim.


    O Inafune é estranho, ele sempre quer acabar em algum jogo, antes eu só soube que ele queria que Megaman acabasse no X5, o que... Eu meio que acho que seria bom, porque não teve nada de valor depois mesmo.

    ResponderExcluir
  24. http://www.youtube.com/watch?v=pRbY8ePJ22c

    ResponderExcluir
  25. E complementando que Megaman X termina no X5 e o resto é dispensável alot, é, sim.

    ResponderExcluir
  26. Vladmir III, o punheteiro5 de novembro de 2013 07:19

    Rush não está dando ré no quibe do Megaman... Estou satisfeito.

    ResponderExcluir
  27. Eu lembro que jogava bastante Megaman 6 quando era criança, me deu vontade de jogar de novo pela nostalgia.


    A propósito, você vai fazer review do último Batman ou do Assassin's Creed IV?

    ResponderExcluir
  28. Sim, só lembro que um outro cara aí citou Megaman como exemplo de platformer com história boa.

    ResponderExcluir
  29. Provavelmente a do Batman sai primeiro, e ela não tá nem um pouco positiva.

    ResponderExcluir
  30. Megaman X podia ter sido o Breaking Bad da Capcom, poderia ter se mantido consistentemente bom e acabado sem ter mais coisa pra encher linguiça, mas nãããão...

    ResponderExcluir
  31. Ele aprendeu cedo a tomar conta do próprio rabo.

    ResponderExcluir
  32. Vladmir III, o punheteiro5 de novembro de 2013 12:12

    Os óculos dele são mágicos, os que o veem tem a impressão que ele têm uma aparência mais velha. HEUHEUHEUEHUE

    ResponderExcluir
  33. Vladmir III, o punheteiro5 de novembro de 2013 12:12

    LETS RAGE BEGIN

    ResponderExcluir
  34. Vladmir III, o punheteiro5 de novembro de 2013 12:18

    Porra gento, eu amei PEDRAMÃO IV. Foi o segundo jogo que eu joguei no meu Turbo Game. Uns três dias depois eu joguei PEDRAMÃO CHIS e me apaixonei pela franquia. Mais tempo adiante eu vi o desenho do PEDRAMÃO no SBT. Cara, eu ovulei aqui... *-*

    UPTADE BONUS:

    http://www.youtube.com/watch?v=Ba17nrMAlJ8&hd=1



    Minha nova religião: HUEHEUHEUEBANANAHUEHUEHEUlismo.

    ResponderExcluir
  35. É tão ruim assim? Eu não joguei ele ainda, mas ouvi falar mal.

    ResponderExcluir
  36. Olha... Não é ruim a nível de um Sonic '06 ou Final Fantasy XIII, mas as vezes chega perto.

    ResponderExcluir
  37. O 4 é legal, mas acho que o 2 e o 3 têm armas e level design melhores, mas se for servir de consolo, ele é melhor do que o 5.


    E eu tô com medo de clicar nesse vídeo só pelas legendas em JP.

    ResponderExcluir
  38. Eu nem sei por que, mas ri igual uma retardada desse vídeo

    ResponderExcluir
  39. E ele é mais moreno também, good enough.

    ResponderExcluir
  40. O Inafune queria acabar no Megaman X5, já esse 6 de NES ser o último da série foi intenção da Capcom, só que mudaram de ideia porque o jogo vendeu bem.

    ResponderExcluir
  41. Muitas frases do texto sao identicas as dos reviews de um cara chamado Somecallmejohnny.

    ResponderExcluir
  42. Eu conhecia ele desde quando fazia reviews com os caras do SGB lá, mas descobri que ele fez reviews de Megaman anteontem, vi todas em sequência e isso acabou me inspirando mais a falar desses jogos já que eu tava cansado de Megaman em 8-bit... Ele praticamente tinha as mesmas opiniões que eu tive sobre a maioria desses jogos, especialmente Megaman 5.


    Porém discordo quando ele diz que o 7 não superou o 6, o 3 e o 2, esse foi o melhor que eu joguei da série clássica.

    ResponderExcluir
  43. Poxa Ryu, eu gostei do Arkham Origins, ele não é tão bom quanto o Arkham Asylum ou City, mas é divertido e serve até vir o próximo da Rocksteady

    ResponderExcluir
  44. Sério? Então vc curte BrainScratchComms?


    Bate aqui! o/

    ResponderExcluir
  45. Sim, meu LP favorito deles ainda é o de Sonic '06.


    o/_o
    peitinho jjjjjkkkkkkkkk xd

    ResponderExcluir
  46. realmente o Rockman supremo da serie classica é sem duvida é o 7, realmente esse really kick fucking ass

    ResponderExcluir
  47. Eu gostei até do 8, menos do que o 7, mas achei legal, já Megaman & Bass...

    ResponderExcluir
  48. Ryu, vc já jogou Rockman 4 Minus Infinity?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já joguei sim, acho melhor do que o original até.

      Excluir

- Copyright © Blog do Ryu - Date A Live - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -