Posts Populares:

Postado por: Ryu domingo, 14 de julho de 2013

Esse "1%"  no título deve ser a quantidade de esforço que colocaram nesse jogo.
Existe uma péssima mania no mundo dos games que parece que é de alguma empresa ter a obrigação de lançar um jogo hilariamente ruim a cada ano. Ano passado foram Dragon Ball Z For Kinect e AMY, em 2011 foi Mindjack, em 2010 foi Sonic 4: Episode I e Final F... Nah, Final Fantasy XIII é só ruim mesmo, nem engraçado é... E daria pra falar bem mais se fosse regredindo cada ano.

Nesse ano no entanto... Acho que conseguiram chegar no mais baixo dessa geração toda, a Deep Silver, responsável pela bagunça bugada que chamam de Dead Island, acaba de cagar Ride to Hell: Retribution, provavelmente o pior jogo de toda essa geração. Não, eu não tô brincando, esse jogo é tão abismal que o fato dele estar por aí nas lojas com o preço de um jogo dessa geração, desse ano, é extremamente ofensivo pra mim como consumidor e provavelmente pra várias pessoas que também compram jogos... Eu já acho Dead Island uma bela bosta que sequer conseguiu ter uma qualidade técnica aceitável, o que dirá atender o hype enorme que causou quando foi anunciado, então a Deep Silver não tem muita credibilidade comigo, mas Ride to Hell simplesmente limpou o chão com a pouca moral que eles tinham comigo, até faz Dead Island parecer legal. Vai se foder, Deep Silver!

Mas antes de começar a falar de Ride to Hell: Retribution, vou falar um pouco de todo o drama do desenvolvimento desse jogo. Tudo começou quando foi anunciado em 2008 pela Deep Silver, originalmente eles planejavam fazer um jogo Sandbox focado no estilo de vida daqueles clubes de motoqueiros dos anos 60... Tendo um mundo aberto pra se explorar, subir no rank do seu clube e tomar o controle da cidade lutando contra outros clubes rivais enquanto você aprende mais sobre essa cultura. Parecia legal, não é? Mas acabou que o jogo foi cancelado depois de um tempo, e aí de repente eles anunciaram o jogo novamente e, obviamente, "terminaram" ele de qualquer jeito. E então isso resultou no jogo horrível que tivemos hoje e Duke Nukem Forever acaba de ganhar seu irmão mais novo.

Wut?


Então... Ride to Hell conta a história de Jake Conway, um veterano da Guerra do Vietnã que... Está atirando em um monte de inimigos com uma torreta, depois de matar um monte deles, a cena corta pra ele andando de moto... E depois mostra ele lutando contra um cara em uns Quick Time Events que você tem que fazer, e aí depois a cena corta pra ele atirando em outro cara aí... E aí de repente ele está de novo na sua moto e realiza um salto sobre um helicóptero que eu juro que daria errado e a cena não cortasse de novo antes do salto terminar.

... Depois dessa bagunça totalmente confusa e sem muito sentido, o jogo volta 10 dias no tempo e vemos Jake aparentemente voltando da guerra e então encontrando seu tio Mack e seu irmão mais novo Mikey, e após conversar e rever seus familiares, Mikey acaba tendo uma pequena briga com seu tio porque ele não quis deixá-lo ir pra um show de uma banda localizado na puta que pariu, então após uma discussão, Mikey acaba indo sozinho e Jake tem que ir até lá encontrar ele antes que acabe sendo morto.

No fim das contas, eles acabam se encontrando com o pessoal da Devil's Hand, uma gangue que andou dominando tudo desde que Jake saiu da cidade, e são os vilões do jogo, os caras malvadões que matam por qualquer coisinha... Jake e Mikey são perseguidos pelo pessoal da Devil's Hand por causa das jaquetas de motoqueiro deles que são de alguma gangue chamada Retribution que esses caras conhecem. E então eles conseguem fugir da Devil's Hand de moto no in-game... Mas por algum motivo a cena corta pra eles sendo pegos, e no fim das contas, Mikey é morto por um cara que tava usando ele como refém, aparece um flashback dessa exata cena que aconteceu há alguns segundos atrás onde Jake leva uns tiros, mas sobrevive e agora parte em busca de vingança atrás desses caras que mataram Mikey.


E basicamente essa é a história de Ride to Hell, um cara que teve seu irmão mais morto indo em busca de vingança atrás dos caras que mataram ele, e ela é tão linear, sem inspiração e previsível quanto você pode imaginar, não tem absolutamente nada de interessante nela, todos os personagens são incrivelmente genéricos e desprovidos de qualquer carisma, tanto o herói, Jake, que é o típico "cara durão que tem um bom coração" até os vilões que são simplesmente maus porque sim, e qualquer tentativa de deixar os personagens mais legais acaba falhando porque os diálogos do jogo são simplesmente péssimos e também tão previsíveis quanto a história em si.

Pra falar a verdade eu não vi nem muita lógica nessa merda toda, a única coisa que foge um pouco disso é quando Jake encontra algumas mulheres que estão sendo ameaçadas por homens, ou estão perto de ser estupradas, daí você tem que matar os caras que ameaçam elas e... Fazer sexo com elas... É, sério. Parece que todas as mulheres desse jogo são putas que querem dar pro Jake e vivem dando em cima dele mesmo sem nunca tê-lo visto antes na vida, e elas basicamente são isso mesmo, elas são vadias que transam com o cara que for mais forte, mesmo nem conhecendo.

Mas o pior de tudo são as cenas de sexo... Elas são tão escrotas que são simplesmente hilárias de assistir, sério mesmo, todas elas mostram os personagens fazendo sexo vestidos, com todas as suas roupas no corpo... Como diabos Jake consegue colocar encaixar seu pênis por trás de uma calça jeans na vagina da outra mulher é um dos maiores mistérios que a humanidade já teve... Deve ser alguma forma inovadora de se fazer sexo, ou algo assim. E não ajuda muito que os gráficos horríveis desse jogo só deixam as cenas de sexo mais hilárias ainda, mas vou explicar melhor o porquê disso depois.

Não é possível que isso seja um jogo de 2013


Lembra de quando eu disse que o jogo do Deadpool era feio pra caralho? Bem... Ele parece lindo perto de Ride to Hell, e o mais triste de tudo é que isso nem é um exagero, Ride to Hell verdadeiramente parece um jogo de PS2 em todos os aspectos possíveis, e ao contrário do jogo do Deadpool que ao menos tinha modelos passáveis e expressões faciais decentes, Ride to Hell não tem nem mesmo isso, tudo nesse jogo parece extremamente datado e feito por um amador.

Os personagens possuem modelos estranhos, cheios de traços "quadrados", as animações mais travadas que um jogo dessa geração poderia ter, você seria perdoado se pensasse que todo mundo nesse jogo na verdade são um monte de robôs enferrujados, é tudo tão artificial e feito de qualquer jeito que chega a ser engraçado, e pior ainda são as expressões faciais, se é que poderia dizer que isso existe nesse jogo, todos os personagens mantém praticamente a mesma cara "séria" de sempre, seja falando, gritando, ficando espantado, rindo... Não muda, eles ficam sempre com a mesma cara, é como se tivessem contratado a Kristen Stewart pra fazer a captura facial de uma das personagens desse jogo, mas como o orçamento já era baixo, gastaram quase todo o dinheiro contratando ela e decidiram fazer com que ela reproduzisse as expressões faciais de todo mundo no elenco.

Mas o pior são as cenas de sexo do jogo, toda vez que você derrota um dos inimigos principais da gangue lá, tem uma cena de sexo com a namorada do cara, e eu não sei nem como eu descrevo isso... Pra início de conversa, os caras fazem sexo com roupa, isso sozinho já seria o suficiente pra acabar com tudo, mas não, ainda por cima os personagens fazem sexo e mantém a mesma expressão facial durante o tempo todo, eles nem sequer piscam, isso acaba tornando as cenas de sexo até mesmo hilárias por todos os motivos errados possíveis.

Veja só esse vídeo que tem a primeira cena de sexo do jogo, apenas veja e tente não rir do quanto isso é mal feito, o pior é que eu ainda apaguei do histórico do meu PC que pesquisei "Ride to Hell sex scene" no Youtube, porque eu ia preferir ser pego bronhando pra um pornô do Xvideos pela minha família inteira do que descobrirem que eu pesquisei isso no Youtube.

A face do prazer.
Outro detalhe hediondo nos modelos desse jogo também são os cabelos... Cara... Olha o cabelo do Jake, faz ele parecer um daqueles mendigos que não tomam banho há anos, ainda por cima várias vezes o cabelo dele ou atravessa os ombros quando ele olha pra cima, ou então parece que fica colado na nuca dele quando ele olha pros lados, é uma das coisas mais bizarras que eu já vi nos últimos tempos... Mas olhando pelo lado bom, você que tem cabelo ruim vai poder se sentir melhor consigo mesmo sabendo que tem coisa muito pior. Os cabelos dos outros personagens não são muito diferentes também, todos eles são "colados" e quando não são duros iguais os do Jake, parecem feitos de cerâmica molhada com vasilina.

Os cenários também não são muito melhores, as texturas são ridiculamente simples, parece até aceitável quando você olha de longe, mas aí assim que você se aproxima mais, tudo parece ter uma baixa resolução de um jogo dos primórdios do PS2, as sombras são cheias de serrilhados por toda a parte, as vezes chegando até a piscar sem mais e nem menos, e enquanto a ambientação de "América dos Anos 60" é interessante, ela simplesmente não mostra nada de interessante com esse jogo, o foco aqui é ficar andando de moto por desertos, as vezes ocorre uma ou duas mudanças de ambiente, mas nada que diferencie muito, é praticamente o mesmo cenário com outros tipos de estrutura.

Literalmente um passeio pro inferno


Quando foi anunciado antigamente, Ride to Hell tinha a proposta de ser um jogo sandbox baseado na época dos anos 60, com clubes de motoqueiros e a porra toda, mas e aí? Como diabos isso ficou agora que o jogo saiu? A resposta é que não só o jogo não tem nada de sandbox como é terrível por si só, e assim como todo o resto, é um jogo extremamente datado e feito de qualquer jeito obviamente pra ganhar dinheiro em cima do que foi anunciado antes e tinha um conceito semi-interessante.

Pra início de conversa, o tal do sandbox nem mesmo existe, e nem o sistema de gangues dominando a cidade, e nem nada do que foi prometido quando o jogo foi anunciado, isso tudo foi removido devido ao curto tempo de desenvolvimento que tiveram quando resolveram trazer o jogo de volta, e o resultado foi um jogo horrendamente linear, tedioso e sem inspiração nenhuma... Não, eu não estou fugindo desse jogo e descrevendo Final Fantasy XIII agora, é que tem as mesmas características mesmo... Toda a progressão do jogo pode ser resumida simplesmente assim:

Jake encontra alguma coisa que pode levá-lo a um dos chefes da Devil's Hand > Vai andando de moto por uma estrada reta cheia de obstáculos > Descobre que o chefe da Devil's Hand na verdade está em outro lugar > Luta contra os capangas dele lá > Anda de moto mais um pouco, as vezes perseguido por uns inimigos > Chega até o local, mais lutas e seções de shooter horríveis > Boss fight contra o tal chefe da Devil's Hand que ele procurava > Repete tudo.

Pra começar, Ride to Hell tem umas seções em que você anda de moto sim, porém não são sandboxes e sim linhas retas cheias de obstáculos pra se desviar até chegar no seu destino, e se você pensa que isso é uma tarefa fácil... Não, não é, na verdade era pra ser, mas não é... Em primeiro lugar, os controles da moto... Puta que pariu! Eu não vejo um veículo com controles tão sensíveis, irresponsivos e escorregadios desde a moto do Shadow em Sonic '06, controlar essa porra de moto é como se você tivesse lutando contra o controle do seu console, ela nunca vira da forma que você quer pra desviar dos obstáculos, sempre vai demais pros lados, e aí você tem que ficar apertando pra um lado e depois pro outro o tempo todo pra tentar manter o controle sobre essa merda, e ainda assim isso costuma falhar bastante porque nem sempre dá pra desviar dos obstáculos, você desvia de um indo pro lado, já tá lá no canto da tela, mas aí tem outro no lado em que você está agora, e não dá pra desviar de primeira porque não só esse obstáculo fica escondido entre os outros como os controles não ajudam, é pior ainda nas partes mais estreitas que requerem mais precisão, essas são praticamente impossíveis de passar, tudo isso só porque seja lá quem for o macaco que programou os controles disso deve ter enfiado o teclado no rabo dele e tirado, o que saiu nos dígitos foi a programação e ficou assim mesmo.

E pra piorar, os comandos dessa moto têm problemas sérios de resposta, você tem que segurar Y pra moto fazer algum tipo de drift que desafia as leias da física onde ela inclina pra passar por baixo de algum obstáculo que naturalmente tenha um espaço embaixo pra isso, como se fosse aquelas rasteiras em jogos de aventura, o comando responde bem depois que você realmente segura o botão pra fazer isso, as partes onde você tem que usar essa merda são incrívelmente frustrantes por isso, você nunca está preparado pra apertar exatamente na hora em que dá pra passar de primeira sem bater, pior ainda é quando o jogo simplesmente não conta como se você tivesse passado e aí você "bate" e volta pro começo da pista, toda vez, isso aconteceu umas três vezes seguidas comigo até que quando eu voltei pro começo da pista pela quarta vez, a moto simplesmente explodiu do nada e eu falhei a missão, uma vez foi porque eu realmente bati porque o botão não respondeu na hora certa, a outra nem eu sei explicar, eu passei, mas o jogo me mandou de volta pro começo da pista sem motivo algum, deve ter sido alguma falha de colisão, o que não seria nenhuma surpresa à essa altura... E a terceira vez em que eu falhei na missão, eu segurei esse botão e o filho da puta nem sequer fez esse drift rasteiro aí, só bateu contra o obstáculo igual um saco de bosta sendo jogado contra a parede e ficando grudado lá. Pode acontecer de você ser perseguido por outros motoqueiros inimigos nessas partes, mas aí fica tudo extremamente repetitivo porque a única forma de acabar com eles é deixando eles se aproximarem do seu lado pra iniciar uma luta de QTE que faz as mesmas animações o tempo todo.

Aliás qual é a desse drift afinal? Digo, a proposta dele de passar por baixo dos obstáculos... Até aí tudo bem, não é? Uma moto poderia fazer isso por um tempo determinado, eu acho... Mas a moto simplesmente continua na mesma velocidade mesmo você segurando Y e ela continuando na mesma posição inclinada quase totalmente deitada e fisicamente ela devia freiar ou derrapar pro lado se ficasse por muito tempo... Mas não, nesse jogo ela simplesmente continua indo pra frente enquanto você estiver segurando Y, os controles ficam piores ainda porque ficam duros, mas  não muda muita coisa na velocidade, e ainda por cima o jogo te dá pontos por manter isso segurado por muito tempo, dando até uma conquista, é hilário de uma forma muito patética. Mas foda-se, essas partes do jogo são simplesmente abismais, no começo não parece tão complicado, mas na medida em que vão ficando mais difíceis, elas chegam a ser injogáveis, eu mesmo desisti desse jogo por causa de uma parte dessas mais pra metade.


Além dessa progressão extremamente linear e das pistas horríveis, o jogo não tem nada muito impressionante se tratando de jogar a pé também, os controles são totalmente desajeitados, nada que você tenta fazer parece nem um pouco natural, a movimentação travada dos personagens só deixa tudo pior ainda, não precisa ser um gênio pra ver logo de cara que esse jogo nem sequer foi "começado", o problema aqui vai muito além de apenas uma reles falta de polimento. E os "hubs" que são cidades por onde você anda parecem um monte de cidades fantasmas, não tem nada nelas, nenhuma alma viva, nenhum carro, nada, não tem nem mesmo um mapa pra você se guiar e saber seu objetivo, ficar perdido nesse jogo é mais comum do que beber água, e ainda assim de repente o jogo mostra que eu cheguei no meu objetivo do nada, eu chegava neles por acidente.

Essas partes a pé basicamente são divididas entre seções de luta contra inimigos e shooter, as partes de luta corpo-a-corpo são uma bagunça quebrada que nenhum ser humano em seu estado mental sano conseguiria achar divertido, é extremamente raso, não requer quase nada além de ficar spammando o botão de soco no inimigo o tempo todo e ocasionalmente apertar Y pra dar um contra-ataque, mas eu juro que mesmo as lutas sendo algo que até mesmo um chimpanzé conseguiria vencer tranquilamente, ainda acabam se tornando difíceis por todos os motivos errados possíveis, os comandos que não respondem direito estão presentes aqui também, e isso resulta no Jake parando seu combo de socos de repente, e isso acontece com uma frequência tão grande que fica ridículo, e parando o combo do nada, você fica vulnerável a qualquer contra-ataque ocasional do seu oponente, e pra contra-atacar é pior ainda, eu apertava Y sempre na hora certa quando indicava que o inimigo estava indo atacar, mas simplesmente não funciona, todas as vezes que eu tentei apertar Y, o botão nem mesmo respondeu, então eu resolvi nem usar isso e só ficar spammando X e ainda me frustrando pelos combos pararem do nada, e pra piorar o detector de colisões também é um lixo e muitas vezes você erra os socos sendo que você não fez nada de errado, o soco simplesmente atravessou o cara e não causou dano algum.

A A.I dos inimigos nos combates corpo-a-corpo é simplesmente uma piada, eles não fazem porra nenhuma por uns 10 segundos até finalmente resolverem te atacar e aí você ou apertar X antes e rezar para que o botão responda e seu ataque acerte antes, ou tentar a sua sorte com um botão de contra-ataque com uma chance enorme de não responder, não tem variedade e nem nada, são os mesmos caras que você luta o tempo todo, e se esses combates não pudessem ficar ainda mais escrotos, você também tem que tomar cuidado com a câmera, pois se você cercar algum inimigo na parede e começar a encher ele de porrada lá, coisa que normalmente é útil em jogos Beat 'Em Up, a câmera simplesmente endoida de vez e fica dando zoom indo e voltando o tempo todo como se algum bêbado desequilibrado estivesse filmando a ação do jogo, isso quando ela não vira pro seu lado e fica presa no canto da tela, não só bloqueando totalmente a sua visão e te impedindo de ver ao menos o seu personagem como te tornando um alvo fácil pros inimigos, até você reajustar a câmera, provavelmente já tomou alguns socos.

Existem algumas armas como facas, bastões, esse tipo de coisa, mas elas não deixam os combates nem um pouco mais variados porque parecem causar o mesmo dano que os milhões de socos que você tem que dar pra derrotar um dos inimigos, todas elas são usadas do mesmo jeito e não muda nada, a única coisa que você continua fazendo é apertar X o tempo todo... Ah é, essas armas tornam isso mais ridículo ainda de certa forma, porque acreditem se quiser: Os inimigos conseguem defender facadas, golpes de bastão, de chaves inglesas e tudo... Com as mãos vazias! Desde que jogos de luta são jogos de luta, você não bloqueia facadas, golpes de espada, ou qualquer tipo de arma branca com suas mãos vazias sem receber algum tipo de dano, porque naturalmente se um cara tentar defender uma facada colocando o seu braço na frente do corpo, ele pode até conseguir, mas vai ter o seu braço cortado e vai se machucar, nesse jogo aqui simplesmente não tem isso, os inimigos não sofrem dano algum bloqueando esses ataques, isso não faz o menor sentido a menos que eles na verdade sejam robôs infiltrados do Exterminador do Futuro.

Existem alguns finishers nessas lutas onde você usa objetos do cenário, mas até nisso esse jogo falha miseravelmente porque todas as animações de finalização usando os cenários são mal feitas pra caralho, as únicas partes onde esse jogo funciona quase decentemente são nas lutas automáticas pelas quais você tem que passar através de QTEs, é só isso, a "melhor" parte de Ride to Hell é aquela onde você nem mesmo joga, só aperta um botão e o jogo faz o resto pra você, e ainda assim essa "melhor" parte não é nem boa porque as animações desse jogo são ridículas, mas ao menos algumas conseguem ser engraçadas.

Anda! Atira logo! Eu não quero continuar nesse jogo!
Então de repente o jogo acaba tendo algumas seções de shooter que são marginalmente melhores que os combates, mas não significa que sejam boas... Pra início de conversa, os controles da mira das armas não são nem um pouco melhores do que os controles de qualquer coisa nesse jogo, são sensíveis, a mira se mexe demais a menos que você vire o analógico lentamente com toda a delicadeza possível pra ter algum tiro disparado precisamente, e os inimigos são umas esponjas de bala ambulantes, eles tem que tomar uns 10 tiros pra finalmente morrerem, a única opção pra matá-los rapidamente é tentando efetuar headshots, mas é um suplício com esses controles horríveis de mira, e adivinha só, os inimigos têm uma mira perfeita e quase te acertam quase sempre que tentam atirar.

Mas bem... Ao menos eles não são muito inteligentes e não entram com frequência em coberturas, então você pode meter pipoco neles com mais facilidade e usar o sistema de cobertura... Aliás, é até melhor não, porque o sistema de coberturas é outra bosta inútil, você entra na cobertura, mas praticamente fica imóvel, não dá pra andar direito pela cobertura porque por algum motivo o jogo fica constantemente parando seu movimento por lá, nem dá pra trocar de cobertura e nada que faça um sistema de coberturas parecer natural, é mais fácil simplesmente se posicionar atrás das estruturas do que usar isso... Praticamente tudo que esse jogo tenta fazer é mal executado e falha, não tem nenhum impacto em atirar nos outros, e quando os únicos inimigos diferentes que são alguns mais brutos vão avançando pra cima de você nas partes de shooter, eles têm que levar cinco, CINCO tiros na cabeça pra morrerem... Que porra é essa?

As lutas de bosses contra os líderes da Devil's Hand também são ridículas, não são nem um pouco diferente de lutas ou tiroteios normais, exceto que tem um inimigo mais forte ou mais difícil de acertar usando uma arma mais poderosa e sendo ajudado por milhões de capangas, são tão tediosas quando o resto do jogo. E se por acaso você conseguir zerar esse jogo, não tem mais nada pra se fazer, só os hubs vazios pra se explorar atrás de absolutamente nada, fator replay é uma coisa inexistente aqui... Mas era de se esperar já que é difícil se manter jogando isso, imagina rejogar.

Imagine as músicas de rock mais irritantes possíveis


Ride to Hell é um jogo que tem essa temática de anos 60 e tudo, mas por incrível que pareça, as músicas sequer relembram qualquer coisa dos anos 60, ao invés disso você tem a música tema que é cantada por Rival Sons, uma banda que surgiu em 2008, nem da porra dos anos 90 isso é... Qual é a conexão afinal de contas? E não é como se as músicas mesmo fossem excepcionais, parecem tocadas por algum tipo de banda que tenta imitar Led Zeppelin, mas acabam saindo as músicas de rock mais genéricas e sem sal possíveis, a OST toda tem algumas poucas músicas que se repetem o tempo todo... Como diabos um jogo com temática dos anos 60 poderia ter músicas genéricas? Será possível que não se lembraram da caralhada de bandas de rock que haviam nessa época e combinariam perfeitamente com a temática do jogo? Porra, Deep Silver!

E não, a dublagem também não é muito melhor, o mais decentemente dublado talvez seja o próprio Jake, mas até ele parece ter sido dublado por um amador, raramente mostra alguma emoção ou muda o tom da fala, e quando muda parece que ele tá imitando alguém gritando ao invés de gritar, por exemplo quando o Mikey morre, ele solta um "Noooo!" que chega a ser hilário de tão mal dublado... Os outros personagens são ainda piores, alguns inimigos com vozes finas que não têm nada a ver com as caras deles, outros grandalhões que falam em um tom baixo tentando parecer maus, mas parecendo que estão com algum problema de garganta e não conseguem falar direito, é óbvio que o pessoal que dublou isso foram funcionários aleatórios da Deep Silver escolhidos por pressa.

Os efeitos sonoros são quase inexistentes, algumas vezes eles aparecem, outras vezes não, mas quando aparecem, também não impressionam nem um pouco, o barulho das armas atirando parece um monte de pipocas estourando numa panela, os sons normais costumam ser abafados e nem combinam muito com as ações que acontecem nas cutscenes.

Veredicto final

Sabe... Eu acho que Ride to Hell é mesmo o pior jogo dessa geração toda, sem brincadeira, ele está no mesmo patamar de ruindade de jogos como Superman 64, Bubsy 3D, E.T, Duke Nukem Forever e Mindjack estão, tudo o que eles tentam fazer nesse jogo acaba falhando ridiculamente, é uma afronta à indústria de videogames e a quem compra jogos terem lançado essa merda, ainda mais com o preço de um jogo de 2013, nem os 10 reais que custam um jogo pirata hoje em dia isso vale, a Deep Silver e seja lá quem mais estiver envolvido com essa aberração diabólica simplesmente não tem mais credibilidade alguma, era melhor que Ride to Hell tivesse continuado como um jogo cancelado que poderia ter sido legal do que ser lançado dessa forma. Eu já digo que esse é o pior jogo desse ano, isso aqui é o mais baixo que um jogo da atual geração poderia chegar, duvido muito que consigam piorar.

Prós:
Nada, a única coisa positiva seria o tempo que você passaria longe desse jogo.

Contras:
- ... Tudo.

Gráficos: 0/10
Enredo: 1/10
Gameplay: 0/10
Som: 3/10
Conteúdo extra: 0/10

Veredicto:

{ 37 comentários }

  1. Jogo ruim e ainda por cima nota 0

    http://i3.kym-cdn.com/photos/images/original/000/293/590/6f6.gif

    ResponderExcluir
  2. AINDA BEM que eu nem quis comprar isso quando vi na loja

    ResponderExcluir
  3. Chapolin Colorado14 de julho de 2013 23:42

    Esse jogo é pior que MindJack?

    ResponderExcluir
  4. O Ryu posta reviews nos horários mais estranhos lol

    ResponderExcluir
  5. É que eu costumo editar os posts que estão no rascunho quando estou com tempo, com ideias ou sem nada pra fazer, e normalmente é assim, nas madrugadas frias, vazias e solitárias.

    ResponderExcluir
  6. Caralho, mano... agora que terminei de ler o post, é até difícil de acreditar que que um jogo assim realmente exista em 2013, fui até ver os vídeos e parece pior do que essa review descreve, a DS devia ser processada por essa atrocidade.

    ResponderExcluir
  7. Será que alguém vai querer defender isso aqui?

    ResponderExcluir
  8. Ora, Ryu, não se sinta solitário.


    Da cá um abraço

    ResponderExcluir
  9. Provavelmente seria só pra trollar mesmo.

    ResponderExcluir
  10. Eu sabia que isso ia ser ruim, só de ver aqueles trailers que mostraram no Destructoid eu já imaginava, parecia todo arcaico e feio, nenhuma surpresa mesmo.

    Off: Você vai ou ptetende fazer uma review do The Last Of Us?

    ResponderExcluir
  11. Eu nem vi os trailers novos no Dtoid, só as imagens estáticas dos vídeos já me tiraram a vontade.


    E sobre The Last of Us... Deve ser a 20ª pessoa que me faz essa pergunta, inicialmente eu não ia fazer uma review, mas já que eu tive a oportunidade de jogar mesmo, eu falarei dele aqui sim.

    ResponderExcluir
  12. Video games dão dinheiro, meu caro... Video games dão dinheiro...

    ResponderExcluir
  13. Ótimo, só queria saber mesmo.

    ResponderExcluir
  14. Os posts negativos são os melhores. :D

    ResponderExcluir
  15. A não ser que o jogo não venda bem e você só tenha gasto dinheiro à toa.

    ResponderExcluir
  16. Você acha que executivos e investidores especulativos entendem isso????

    ResponderExcluir
  17. Entender eles entendem, mas o orçamento desse jogo foi baixo mesmo, qualquer coisinha que vender já deve ser lucro.

    ResponderExcluir
  18. Ei! Eu é que iria abraçar ele!

    ResponderExcluir
  19. Eu só lembro da GameSpot dizendo que esse é um forte candidato a pior jogo de todos os tempos. husahsuahsuahsuhaus


    Eu já ia perguntar pro Ryu se ele faria uma review disso, mas eu fiquei ocupada esse tempo e ele já tava fazendo sem eu saber.

    ResponderExcluir
  20. Aceito outro abraço.

    ResponderExcluir
  21. Eu leio as mentes das pessoas.

    ResponderExcluir
  22. Eu acho que a merda que é o XOne é fruto da ambição desse caras...

    ResponderExcluir
  23. ai esse jogo eh injustiçado pela midia ele é bom vcs só sao um bando de haters feiosos

    ResponderExcluir
  24. "Eu ainda apaguei do histórico do meu PC que pesquisei "Ride to Hell sex scene" no Youtube, porque eu ia preferir ser pego bronhando pra um pornô do Xvideos pela minha família inteira do que descobrirem que eu pesquisei isso no Youtube."



    HAUIEHAUIEHAIUEHAIUHEUIAHEUIAHEIUAHEUIAHEUIAHEIUAHEU

    ResponderExcluir
  25. Essa review vai sair daqui a um mês também?

    ResponderExcluir
  26. OLOKO RYU, TA DESAFIANDO!!!!!!

    ResponderExcluir
  27. Não é fácil escrever uma review, seu... Feio.

    ResponderExcluir
  28. TOTALMENTE off-topic:


    Esse Canal Canalha nas propagandas do lado do blog não é do cara que ganhou o show de talentos da IG no Youpix? Eu tava lá.

    ResponderExcluir
  29. A Amazon retirou esse jogo das vendas porque todo mundo tava falando mal. HUEHUEHEUHEUHEUHUEHUE

    ResponderExcluir
  30. Dawww, então vem cá. :3

    ResponderExcluir
  31. e ai Ryu, ja que voce mencionou Bubsy, por não comemoramos sua historia de vida aqui nesse blog

    http://kamenhomerofficialblog.blogspot.com.br/2013/07/the-kamen-homer-true-fucking-story-bubsy.html



    aqui revela tudo sobre o Bubsy em que o Mundo precisa saber, beleza manu




    hehehehehe, valeu

    ResponderExcluir
  32. O game é tão ruim,mas tão ruim,que a capa dele já mostra aonde ele deveria ir...
    "Ride to Hell"...

    Se é que me entendem...

    ResponderExcluir

- Copyright © Blog do Ryu - Date A Live - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -